sábado, 28 de março de 2015

A Semana Santa é o grande retiro espiritual das comunidades eclesiais, convidando os cristãos à conversão e renovação de vida. Ela se inicia com o Domingo de Ramos e se estende até o Domingo da Páscoa. É a semana mais importante do ano litúrgico, quando se celebram de modo especial os mistérios da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Para vivenciarmos bem este momento, segue a programação da Paróquia Sant'Ana e São Joaquim:

PROGRAMAÇÃO

Domingo de Ramos (Dia 29/03):
Concentração e Bênção dos Ramos na Comunidade São José. Saída às 06:30h da manhã com destino à Matriz de Sant’Ana e São Joaquim onde acontecerá a Santa Missa.

Terça-Feira Santa (Dia  31)
• Confissões, das 15:00h às 18:00h (Matriz)

Quarta-Feira Santa (Dia 01/04)
• Celebração Santa Missa e Unção dos Enfermos para idosos e doentes, às 09:00h na Igreja Matriz.
• Confissões, das 15:00h às 18:00h (Matriz)

Quinta-Feira Santa (Dia 02/04)
Celebração do Lava-Pés e Adoração do Santíssimo Sacramento
•  Na Matriz, às 17:00h
• Com. Porta Aberta, às 19:30h
• Com. São Raimundo, às 19:30h
• Com. São João, às 19:30h
• Com. Santa Luzia, às 19:30h 

Sexta-Feira Santa (Dia 03/04)
• Às 06:30h da manhã - Via Sacra com encenação da Paixão do Senhor. Saída da Comunidade Nossa Senhora Rainha da Paz (Vila da Paz) com destino à Matriz de Sant’Ana e São Joaquim, onde será o encerramento.
     
Às 15:00h - Celebração da Paixão e Morte de Cristo nas seguintes comunidades:
• Matriz, Porta Aberta, São Raimundo, São João e Santa Luzia. 

Sábado Santo
Celebração da Vigília Pascal às 19:30h nas comunidades: 
• Matriz Sant’Ana
• Porta Aberta
• São João 
• São Raimundo 

Domingo de Páscoa
• Celebração na Comunidade Porta Aberta, às 08:00h.
• Celebração na com. São Raimundo às 17:00h.
• Celebração na Matriz às 19:30h.

Atualizado em: 28/03/2015, às 12:45h
Fonte: Secretaria Paroquial
A Semana Santa, para nós cristãos, é a semana mais importante do ano. Como bem diz o nosso povo: “estamos vivendo os dias grandes”. Esta Semana é grande porque nela celebramos o mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Nesta Semana Deus manifestou todo o seu amor pela humanidade e por cada um de nós. Com o apóstolo Paulo, cada um de nós pode dizer: “Ele me amou e se entregou por mim” (cf. Gl 2,20).
Assim como as demais paróquias e comunidades, a Paróquia Santa Teresinha também divulgou a programação da Semana Santa e convida a todos a participar ativamente desses grandes dias. Confira:
PROGRAMAÇÃO

Domingo de Ramos / Dia 29 de março:
- Coleta da Solidariedade.
– 7:00h: Bênção de Ramos na Vila Pedro Brito – Procissão para a Catedral (Dom Armando)
– 14:00h às18:00h: Dia Mundial da Juventude / Salão Paroquial.
– 17:00h: Missa com bênção de Ramos no Bairro da Areia
– 17:00h: Missa com bênção de Ramos no Setúbal
– 19:00h: Missa com bênção dos Ramos na Catedral

Segunda-Feira / Dia 30 de março
- 19:00h - Vigília Eucarística na Catedral com confissão

Terça-Feira / Dia 31 de março
19:00h: Missa da Divina Misericórdia

Quarta-Feira / Dia 01 de abril
18:00h: Procissão do Encontro / Homens concentrar-se-ão no Estádio Correão e as mulheres no largo do Armazém Paraíba até a Catedral Diocesana

Quinta-Feira Santa / Dia 02 de abril
14:00h: Mutirão da Leitura Bíblica nas Famílias.
17:30h: Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés na Catedral – dom Armando
17:00h: Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés no Bairro da Areia e Setúbal
19:00h: Ceia do Senhor e Lava-pés na Terra do Sol e Vila Pedro Brito
Após a Missa, Adoração ao Santíssimo até a meia noite.

Sexta-Feira Santa / 03 de abril
(Dia de Jejum e Abstinência) Coleta para OS LUGARES SANTOS
7:00h: Via Sacra pública encenada – Estádio Correão
15:00h: Celebração da Paixão e Morte do Senhor na Catedral, Setúbal, Bairro da Areia e Vila Pedro Brito.

Sábado Santo / Dia 04 de abril
(Dia de silêncio) 
07:00h: Ofício Divino com o povo na Catedral, Bairro da Areia, Setúbal, Vila Pedro Brito e Terra do Sol.
08:00h às 17:00h: Mutirão da Leitura Bíblica nas Famílias.
19:30h: Vigília Pascal na Catedral, Bairro da Areia, Setúbal, Terra do Sol e Vila Pedro Brito
Observação: Levar uma vela.
DOMINGO FESTA DA RESSURREIÇÃO / 05 DE ABRIL

07:00h: Missa na Catedral
08:30h: Missa com Crianças na Catedral
Fest Páscoa
16:30h: Festa da Ressurreição
20:00h: Cristoteca (no Salão Paroquial)

Este ano de 2015, pela terceira vez vamos celebrar a Ressurreição de Jesus Cristo, na qual está a nossa vitória. "Se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé". (1Cor 15,14).
Por isso iremos realizar em cada comunidade uma caminhada festiva, vibrante, alegre, animada, nos orientando pelos seguintes passos e elementos:

1. A concentração nas comunidades será às 16:30h. Cada fiel procurar chegar bem antes na sua comunidade, para sair em procissão em direção ao Bairro da Areia.

Feliz Páscoa a todos!
Sou católico. Creio em Jesus Cristo, O Ressuscitado!

Conselho Paroquial de Pastoral
Pastoral Litúrgica
Diácono Antônio Alves / Diácono Airton / Diácono João Bosco / Diácono José Antônio / Seminarista Sidney / Pe. Manuel / Pe. Lauro Henrique

Mais informações: 3621-1328/98250-2172
A Paróquia de São Francisco das Chagas, divulgou pela sua secretaria a programação da Semana Santa. O pároco da Matriz Frei Osmar de Jesus, OFM, convida toda a comunidade para participar juntos dessas celebrações e nos aprofundar o fundamento de nossa Fé, na qual iremos celebrar a memória do sofrimento de Jesus Cristo e sua Ressurreição. 

PROGRAMAÇÃO DA PARÓQUIA SÃO FRANCISCO DAS CHAGAS

>> Domingo de Ramos, 29/03
Procissão e Celebração às 07:00h,  na Praça São José  (Praça do Bolo), indo até a Igreja Matriz de São Francisco das Chagas.

>> Quarta-Feira Santa, 01/04
Primeira Procissão do Fogaréu em nossa cidade. Saída do Largo da Matriz às 20:00h com encenações teatrais e procissão à luz de velas e tochas percorrendo as principais ruas da cidade.

>> Quinta-Feira Santa,  02/04
Celebração do Lava - pés e após a cerimônia, adoração ao Santíssimo Sacramento.

>> Sexta-Feira da Paixão, 03/04
Via-Sacra com início na Comunidade Sagrada Família às 07:00h, indo em direção à Igreja Matriz.
Pela tarde às 15h00, Celebração e Adoração a Santa Cruz de Jesus Cristo.

>> Sábado Santo, 04/04
Solene Celebração da Vigília Pascal às 19:00h na Matriz.

>> Domingo da Páscoa do Cristo  Ressuscitado, 05/04
Para marcar a ressurreição triunfal de Jesus Cristo teremos celebrações pela manhã às 08:00h e pela noite às 19:00h.

Venha celebrar e participar da nossa programação da Semana Santa na Igreja Matriz de São Francisco das Chagas.

" A Ressurreição de Jesus inaugura um novo Tempo e nos convida a viver a Páscoa como verdadeiros ministros da Esperança ".

Feliz Páscoa!
CONSELHO PAROQUIAL

sexta-feira, 27 de março de 2015

A cidade de São Luis Gonzaga do Maranhão foi ontem (26) o ponto de encontro das forças vivas da Diocese de Bacabal, quando a celebração da Missa do Crisma,

A celebração, na qual se abençoa o óleo dos catecúmenos e dos enfermos e em que se consagra o Santo Crisma, também é conhecida como Missa dos Santos Óleos e é celebrada tradicionalmente na Diocese, na quinta-feira anterior à Quinta-Feira Santa. Nela, também os padres renovam as promessas sacerdotais pronunciadas no dia da ordenação, sendo por isso também chamada Missa da Unidade, expressando a comunhão diocesana em torno do Mistério Pascal de Cristo, um momento muito intenso de participação, expressão e vivência da fé.

O Pároco da cidade, padre Hermano, iniciou a celebração acolhendo calorosamente as caravanas de fiéis, religiosos(as), seminaristas e o clero, que reuniram-se ali para a cerimônia presidida por Dom Armando, às 18:00h.

Na homilia, o bispo diocesano deu especial ênfase no caráter da celebração, que ao mesmo tempo em que reúne todo o povo de Deus, é uma oportunidade de renovação do compromisso de todos como Igreja. "Olhando Jesus, percebemos que todos e cada um de nós, pela sua vocação é chamado a ser responsável pela mesma missão de Jesus", disse ele referindo-se ao trecho do Evangelho de Lucas 4,18-21: (O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da graça do Senhor). "O mundo está esperando tudo isso de nós, cristãos! Todas as pessoas têm direito de experimentar a presença e o amor do Senhor. E nossa obrigação é ir ao encontro, como nos pede o Papa. Não podemos desiludir as pessoas do nosso tempo, nem esconder a luz que nos é dada por Jesus, ou ser cristãos anônimos ou não dar um sabor especial à vida de cada dia, no ambiente do trabalho, comunicação, no trabalho ou na família!", continuou o prelado.

Após a fala do Bispo, também os sacerdotes foram convidados a renovar seu compromisso, o que foi feito por todos em um dos principais momentos da Missa. Já em outra parte, os óleos foram trazidos para a bênção, uma tradição que remota dos primeiros séculos da Igreja: o óleo dos Catecúmenos, usado durante a celebração do Sacramento do Batismo; o dos Enfermos, que é utilizado durante a unção das pessoas doentes e idosas, e consagrou o Óleo do Crisma, usado após o Batismo de crianças, durante o Sacramento da Confirmação, na Ordenação dos Sacerdotes e dos Bispos e para consagrar os altares.
Após o rito, a cerimônia prosseguiu normalmente com a Liturgia Eucarística e, ao final da celebração, o clero foi presentado com uma lembrança e o óleo abençoado foi partilhado e entregues às paróquias, seminário e casas religiosas. 

Após a Missa foi realizado um momento de confraternização entre todos os participantes da celebração. 

Confira algumas fotos:
Fotografia: Lourival Albuquerque
Para debater e estudar o Diretório de Comunicação (Documento 99) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o regional Nordeste 5 da Conferência, irá realizar um Encontro de Formação para os agentes da Pascom.

O evento acontecerá de 26 a 28 de junho, na Casa de Retiro Oásis, em São Luís (MA). Para ajudar na proposta de reflexão do Diretório de Comunicação, o encontro contará com a assessoria da irmã Élide Maria Fogolari e do padre Clóvis de Andrade Barreto, assessores da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB.

Diretório de Comunicação

O Documento 99 da CNBB foi aprovado durante a 52ª Assembleia Geral, realizada em 2014, a fim de motivar a Igreja a uma reflexão sobre a natureza e a importância da comunicação para a vida da comunidade eclesial, nas relações entre seus membros, nos processos de evangelização e no diálogo com a sociedade.

Composto por dez capítulos, em cada um deles o documento trata dos diferentes conteúdos da comunicação. Além das reflexões apresentadas, são oferecidas pistas de ação para a formação, articulação, produção e espiritualidade da comunicação. O texto é destinado aos responsáveis pela formulação e pela condução das práticas de comunicação nos diferentes âmbitos da vida eclesial e nas relações da Igreja com a sociedade.

Com informações do Regional Nordeste 5
Na última quarta-feira (25) Papa Francisco encontrou-se com familiares de David Haines e Alan Henning os dois reféns britânicos decapitados na Síria em setembro e outubro do ano passado pelo auto proclamado “Estado Islâmico”.

Mike Haines, irmão de David, e Barbara Henning, esposa de Alan, quiseram encontrar o Santo Padre justamente para testemunhar juntos, como já o fizeram numa carta aberta, a sua mensagem de unidade entre os povos. Estavam acompanhados pelo embaixador britânico junto da Santa Sé e do Imã londrino Shah Nawaz Haque e encontraram-se com o Papa Francisco na Praça S. Pedro logo após a audiência geral.

Recordemos que Mike Haines e Alan Henning desenvolviam na altura da sua captura e posterior assassinato atividades de cariz humanitário. Esse aspecto foi assinalado ao Santo Padre pelos familiares de Haines e Henning que reiteraram o seu compromisso de também eles promoverem gestos de caridade para abater o ódio pois disseram acreditar no valor de “servir quem mais precisa”.

Fonte: Rádio Vaticana

quinta-feira, 26 de março de 2015

A Procissão do Fogaréu é uma tradicional procissão católica realizada anualmente em várias cidades do país, na quarta-feira santa.

No dia 01 de abril, quarta-feira santa a procissão encena a prisão de Jesus Cristo e terá início às 20h, com a iluminação pública apagada, ao som de tambores e apenas com a iluminação de tochas. No largo da Igreja de São Francisco das Chagas, na rua Magalhães de Almeida, Centro, os penitentes, vestidos em indumentária especial e representando soldados romanos, seguem então para os bairros vizinhos à Igreja Matriz, onde outras encenações acontecerão. Em seguida, retornarão para o largo da Igreja de São Francisco das Chagas onde mais momentos de espiritualidades acontecerão. Estima-se que mais de 5 mil pessoas estarão em procissão à procura de Jesus Cristo, esta que é uma das místicas que envolvem a Procissão do Fogaréu. Mais de 200 pessoas entre teatro, oficinas de confecção de tochas, oficinas de confecção de roupas e organização fazem parte dessa grande estrutura montada para que a Procissão do Fogaréu seja um grande momento de Fé.

A Procissão do Fogaréu foi realizada pela primeira vez no Brasil no estado de Goiás pelo padre espanhol Perestelo de Vasconcelos, em meados do século XVIII. A indumentária utilizada pelos penitentes caracteriza-se por uma túnica comprida e por um longo capuz cônico e pontiagudo, guardando fortes semelhanças com as vestimentas que ainda hoje são comuns nas celebrações da semana santa na Espanha. Trata-se, com efeito, de um traje de origem medieval, o qual era costumeiramente utilizado por penitentes que assim podiam expiar seus pecados sem ter que revelar publicamente sua identidade.

Frei Osmar Rodrigues de Jesus, pároco da Paróquia de São Francisco das Chagas convida toda a população de Bacabal e região para este grande momento de fé e devoção na Semana Santa.

Fonte: Pablo / Paróquia São Francisco das Chagas

quarta-feira, 25 de março de 2015


No último sábado (21), a Praça Cleômenes Falcão ficou pequena para tantas pessoas que participaram do 5º Bingão em prol da Matriz dedicada a Sant'Ana e São Joaquim.

Milhares de pessoas disputaram os espaços das ruas ao redor e da própria praça, assim como cada um queria ser contemplado com um dos prêmios colocados no sorteio: uma bicicleta, uma televisão e um Corsa Classic 0km.

Por volta das 18:00h, com o início do bingão, todas as atenções ficaram voltadas para os números as milhares de cartelas que foram vendidas na cidade e na região, nas pequenas e grandes comunidades e também nos comércios, uma prova incontestável da credibilidade que caracterizam-se os grandes eventos promovidos pela Paróquia, assim como o desejo da população de ver nossa casa de oração ser concluída, depois de tanto esforço.

À medida que a noite ia caindo, foram também relevados os sortudos: Karla Maiara Fahd (Rua Clores Miranda, 939 - Centro) levou para casa a bicicleta; Francilene Rodrigues de Araújo (moradora da Rua Raimundo Corrêa, 12 - Juçaral) foi contemplada também sozinha com a TV e o prêmio mais desejado da noite saiu para o ganhador Francisco Bispo Sousa Filho (Rua Tavares de Moura, 898 - Esperança).
Francisco Bispo (camisa azul), ganhador do Corsa Classic 0 km
Francilene Rodrigues (camisa floral), ganhadora da TV
Carla Fahd, ganhadora da bicicleta, ao lado de parte da equipe de organização do bingão
Com alegria, a coordenação entregou a premiação nesta segunda-feira (23), com toda a documentação, e agradeceu o empenho de todos em mais esta iniciativa para que seja concluída a Matriz. 

Confira outras fotografias:
Fotografia: Lourival Albuquerque / Agradecimento especial a Jônatas Sousa, da Rede Vida
Na Missa em Santa Marta o Papa Francisco exortou os cristãos a aceitarem a vida e os mil modos que Deus nos oferece para a nossa salvação. O Santo Padre considerou que não devemos colocar objeções àquilo que o Senhor nos dá e devemos renunciar a uma atitude defensiva que em muitas situações diz: “sim, mas…”

Veneno e salvação

Partindo da Leitura do Livro dos Números em que os hebreus se rebelam contra as canseiras da fuga no deserto, o Santo Padre recordou que muitos deles acabaram mordidos e mortos por serpentes venenosas e foi a oração de Moisés com um cajado envolto por uma serpente – simbolizando profeticamente a Cruz de Cristo – que se tornou salvação do veneno:

“Também nós entre os cristãos, quantos encontramos, também nós encontramo-nos um pouco envenenados por este descontentamento pela nossa vida. Sim, verdadeiramente, Deus é bom, mas…  cristãos sim, mas…cristãos sim, mas… Cristãos que não concluem de abrir o coração à salvação de Deus e sempre pedem condições. ‘Sim, sim, eu quero ser salvo mas por este caminho….’Assim o coração torna-se envenenado.”

Aquele estilo que não gostamos

O Papa Francisco prosseguiu a sua homilia referindo que também nós, às vezes, consideramo-nos enjoados do estilo divino. Não aceitamos o dom de Deus com o seu estilo: e isso é pecado, esse é o veneno – sublinhou o Santo Padre que afirmou ser “isto que nos envenena a alma, tira-nos a alegria, não nos deixa andar”. Jesus resolve este pecado subindo ao Calvário – afirmou o Papa Francisco:

“Ele próprio toma consigo o veneno, o pecado e é levantado. Esta alma morna, este ser cristão pela metade, ‘cristãos sim, mas…’ Este entusiasmo no início do caminho do Senhor e, depois, tornamo-nos descontentes, isto só se cura olhando para a Cruz, olhando Deus que assume os nossos pecados: o meu pecado está ali.”

Cristãos sem mas...

No final da sua homilia o Papa Francisco referiu que hoje mesmo muitos cristãos morrem no deserto da sua tristeza, do seu não querer o estilo de vida de Deus:

“Olhemos para a serpente, o veneno, ali, no corpo de Cristo, o veneno de todos os pecados do mundo e peçamos a graça de aceitar os momentos difíceis. De aceitar o estilo divino de salvação, de aceitar também este alimento assim leve, do qual se lamentavam os hebreus, de aceitar as coisas… De aceitar os caminhos pelos quais o Senhor nos leva em frente. Que esta Semana Santa, que começará domingo, nos ajude a sair desta tentação de tornarmo-nos ‘cristãos sim, mas…’”.

Fonte: Rádio Vaticana

segunda-feira, 23 de março de 2015

A Comunidade Nossa Senhora Rainha da Paz vivenciou um momento de formação nesta última quarta-feira (18), quando na oportunidade o casal Tião e Marta exibiu o vídeo com o tema: “Seu nome é Jesus Cristo”, seguido de reflexão conforme a realidade apresentada.

O encontro, que desenvolveu-se das 19:30h às 21:30h contou com um número relevante de fiéis, que participaram ativamente. Além do vídeo, puderam também refletir o documento 100 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), “Comunidade de Comunidades”, focalizando sobre o retrato das primeiras comunidades (At 2,42-47).

Com o objetivo do encontro alcançado, foi marcado um outro encontro, no próximo dia 29 de abril, no mesmo local, encerrando-se com um lanche partilhado por todos os participantes.
Fotografia: Tião e Marta
A Paróquia São Luís Gonzaga, a mais antiga da Diocese de Bacabal, foi escolhida para a celebração solene da "Bênção dos Santos Óleos". 

Muitos os padres das 20 paróquias da diocese se reunirão durante o dia 26 de março no centro comunitário de Santa Isabel. A Santa Missa, presidida por Dom Armando, será rezada às 18:00hs na Matriz. Muitas as comitivas das paróquias vão participar desta celebração. Sejam todos bem-vindos e acolhidos em nossa terra!

Fonte: Paróquia São Luis Gonzaga

domingo, 22 de março de 2015

Neste sábado dia 21 de março o Papa Francisco na sua visita pastoral a Nápoles, almoçou com os presidiários no estabelecimento prisional de “Poggioreale” e disse-lhes que as grades da cadeia não os separam do amor de Deus e convidou-os a arrependerem-se sinceramente.

Logo no início da tarde, um dos momentos mais intensos e importantes desta viagem do Santo Padre à cidade partenopeia, foi o encontro com o clero da diocese na Catedral de Nápoles.

Falando de improviso o Papa Francisco deixou algumas ideias concretas sobre a vida consagrada. Em primeiro lugar, sempre Jesus no centro:

“O caminho na vida consagrada é andar na sequela de Jesus; também a vida consagrada em geral, também para os sacerdotes: ir atrás de Jesus e com vontade de trabalhar para o Senhor.”

O Santo Padre, de seguida, afirmou que na vida de uma comunidade os mexericos são destruidores e geram ciúmes, invejas e lutas internas. Disse mesmo que “aquele que faz mexericos é um terrorista que atira uma bomba, destrói e ele fica de fora”.

O caminho a seguir na vida sacerdotal e nas comunidades religiosas é aquele da fraternidade – afirmou o Papa Francisco que considerou a oração a Nossa Senhora uma bela ajuda para se seguir Jesus.

O Santo Padre nas palavras dirigidas ao clero napolitano lembrou que “os negócios” não podem entrar na Igreja, pois isso é algo muito feio e, neste sentido, também “uma vida mundana” não ajuda a testemunhar a vida em Cristo.

No final do seu discurso o Papa Francisco pediu alegria aos sacerdotes, religiosos e religiosas, porque o Senhor é sempre fiel.
 
Fonte: Rádio Vaticana
Para qualificar os serviços de Animação Missionária Vocacional, a Comissão para os Ministérios Ordenados e Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em conjunto com o Centro Cultural Missionário (CCM) e a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), promove a 4ª Semana de Formação Missionária para animadores missionários vocacionais.

 As atividades terão início na próxima segunda-feira, 23, e prosseguem até sexta-feira, 27 de março, na sede do CCM, em Brasília (DF). Cada dia contará com duas sessões de exposição e debate pela manhã, e duas sessões de oficinas, grupos de estudo, amarração e síntese no período da tarde.

O encontro propõe, especialmente neste Ano dedicado à Vida Consagrada, uma reanimação vocacional e missionária, para que os animadores sintam-se mais capacitados e qualificados a sugerir a ousadia do Evangelho. Além de retomar a memória missionária da Igreja desde o Concílio Vaticano II até a Evangelii Gaudium, o evento irá celebrar o Ano da Vida Consagrada resgatando a caminhada, o núcleo identitário e a dimensão profético-missionária desta vocação; discernir perspectivas e caminhos de animação missionária vocacional em diálogo com a Pastoral Juvenil; e articular uma maior interação entre a animação vocacional e a animação missionária, com partilha de experiências e caminhos.

“Nesse tempo de transição, carregado de kairós, os consagrados e as consagradas são chamados antes de tudo a renascer vocacionalmente, a reposicionar-se missionariamente e a redescobrir a iniciativa de Deus que os chamou a sair de si, para centrar sua vida em Cristo e no seu Evangelho”, afirma o bispo de Ponta Grossa (PR) e presidente do Conselho Missionário Nacional, dom Sérgio Arthur Braschi.
 
Com informações do CCM

sábado, 21 de março de 2015

O povo de Bacabal já está na expectativa para mais um grande evento realizado pela Paróquia Sant'Ana e São Joaquim, neste sábado (21), a partir das 17:00h.

Dessa vez será a 5ª edição do Super Bingão, que trará mais uma grande premiação (01 bicicleta, um televisor e um Corsa Classic 0km) e cuja renda será revestida em prol da finalização da Igreja Matriz de Sant'Ana.

Como todos sabem, as obras até mesmo de nossas casas, consomem grande parcela de recursos, principalmente na finalização dos detalhes. Muito já foi feito, mas há ainda dívidas a serem pagas, o que acontecerá a partir do dinheiro arrecadado com esse bingo.

As cartelas estão sendo vendidas em todas as nossas comunidades, com os agentes de pastoral, na Secretaria da Matriz, assim como em alguns pontos comerciais do centro da cidade, ao valor de R$ 20,00 (vinte reais).

Quem adquirir essas cartelas não estará somente apostando na sorte, mas sobretudo, fazendo um gesto concreto de solidariedade, já que este templo é casa de todos nós.

Os bingos até agora realizados sempre foram feitos com uma equipe muito competente, e que, por esse motivo, recebeu uma resposta sempre positiva da cidade, que acompanhou de perto e colaborou. Confira:

4º Bingão: >>Clique aqui
3º Bingão: >>Clique aqui

Arte: Júnior / Gráfica Modelo

sexta-feira, 20 de março de 2015

A Pastoral da Criança da Forania de Bacabal reunir-se-á no próximo dia 28 de março, das 08:00h às 16:00h no Centro Paroquial da Igreja São Francisco das Chagas / Bacabal, para a realização do retiro espiritual, que será assessorado pelo Padre Manoel, buscando assim fortalecer nossa caminhada para darmos continuidade à nossa missão de levar a vida em abundância. 

Contamos com sua presença!
Irmã Alessandra de Jesus, SAM

quinta-feira, 19 de março de 2015

O último domingo (15) foi de grande relevância para a vida pastoral da Comunidade São Raimundo Nonato (Bairro Santos Dumont).

Reunidos em assembleia de pastoral, leigos e religiosas daquela localidade encontraram-se para avaliar a caminhada e traçar os próximos passos. Frei Ribamar coordenou os trabalhos, que iniciaram-se às 08:00h da manhã e estenderam-se até próximo ao meio-dia. 

Ao longo da reunião, Frei Ribamar frisou a importância daquele encontro e que o mesmo serviria para o crescimento da comunidade, assim como aconteceu em várias outras desde o final do ano passado: a mudança da coordenação - segundo o administrador - renova as forças e a disposição da comunidade para caminhar. Em um dos momentos, todos os representantes de grupos, pastorais e movimentos presentes na comunidade tiveram a oportunidade de avaliar a sua caminhada e a caminhada da comunidade. De maneira democrática e aberta, todos puderam opinar e propor novas formas de chegar até o objetivo da comunidade, que é ser sinal da presença de Deus na vida daquela porção do povo. 

Para que todos os trabalhos fossem bem conduzidos e as propostas apresentadas lograssem êxito, foi eleita uma equipe que por dois anos ficará à frente da comunidade, sob a assessoria das Irmãs Escolares de Nossa Senhora, de modo especial de Irmã Carmem: Ariosvaldo ficará na coordenação, auxiliado por Raimundo (Nêgo). Já na Secretaria, ficará o casal Ismeraldo e Ana Chélida; e Raimundo Cruz e Batista para a Tesouraria. 

Ao final, Frei Ribamar fez questão de agradecer não somente a presença, mas sobretudo o esforço e a dedicação da Irmã Carmem para com aquela comunidade durante todos esses anos. Reiterou também sua disposição em ajudar naquilo que for necessário e agradeceu a ajuda dos fiéis dali para com a Paróquia.

Foto principal: Irmã Carmem, Cruz, Ariosvaldo, Ana Chélida, Batista e Frei Ribamar
Fotografia: Lourival Albuquerque
• Missa de Cura e Libertação: Em virtude da Missa dos Santos Óleos, marcada para a próxima quinta-feira (26) e que envolve toda a Diocese, a Missa de Cura e Libertação será celebrada, excepcionalmente, na SEXTA-FEIRA (27).



• Continuam à venda as agendas da Fazenda Esperança;


• Bingo beneficente dia 21 de março às 17:00h na Praça Cleomenes Falcão;

• Domingo de Ramos: Dia 29, a procissão sairá da Comunidade São José (Juçaral) às 06:30h da manhã com destino a Matriz Sant’Ana, onde acontecerá a Santa Missa;

• Encontro de preparação para o Batismo: acontecerá no 1º sábado de abril, das 15:00h às 18:00h no Centro Paroquial na Rua Gomes de Sousa;

• Mais informações na secretaria da paróquia ou no telefone 3621-1272.


Irene Cunha / Secretária Paroquial
Atualização: 20 de março de 2015, 14:19h
O choro de dom José Belisário da Silva – arcebispo de São Luís – emocionou a todos na manhã desta quarta-feira (18) quando o religioso recebeu o título de Cidadão de São Luís, de autoria do vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), na Câmara Municipal da capital maranhense. O arcebispo estava para finalizar o discurso quando a emoção falou mais forte, a voz ficou trêmula e ele chorou. Comovido, o público aplaudiu de pé.

A homenagem foi uma iniciativa do vereador Ivaldo Rodrigues, que durante o seu discurso falou de sua formação cristã e ressaltou a importância do trabalho desenvolvido por dom José Belisário na Arquidiocese de São Luís. O político destacou os trabalhos pastorais, por exemplo.

A sessão solene desta quarta na Câmara Municipal reuniu alguns convidados especiais do arcebispo de São Luís, dentre eles o bispo das dioceses de Imperatriz – dom Gilberto Pastana de Oliveira -, e Coroatá – dom Sebastião Bandeira Coelho.

“Este é um momento importante não apenas para a vida do dom Belisário, mas também para a igreja de São Luís. Oxalá esse título justifique a missão desta casa que é criar leis em função da vida, do cidadão”, disse dom Gilberto.

“Nós parabenizamos a Câmara de Vereadores por este gesto de reconhecimento a um pastor que tem levado o nome de São Luís para todo o Brasil, ele que, como um pastor vigilante e atento, tem tomado atitudes que honram a cidade”, destacou dom Sebastião Bandeira.

Natural de Carmópolis / MG, dom José Belisário da Silva nasceu dia 4 de agosto de 1945. Foi ordenado presbítero em 13 de dezembro de 1969. Em janeiro de 1999 foi nomeado bispo de Bacabal e, em setembro de 2005, nomeado arcebispo de São Luís do Maranhão. Agora é cidadão de São Luís.

“A partir de hoje, graças à benevolência dessa casa – essa casa que é do povo e, portanto, minha também – sou de fato e de direito cidadão de São Luís”, afirmou dom José Belisário em seu discurso, quando agradeceu ao vereador Ivaldo Rodrigues pela iniciativa.

Fonte: Arquidiocese de São Luis

quarta-feira, 18 de março de 2015

O SAV - Serviço de Animação Vocacional da Forania de Bacabal, que reúne as três paróquias da cidade (Santa Teresinha, Sant’Ana e São Francisco) mais a paróquia de São Luís Gonzaga e a quase-paróquia Sagrado Coração de Jesus de Bom Lugar, realizará um grandioso evento para a juventude denominado CORUJÃO JOVEM, com o Tema: “Ide, sem medo, para servir” e que tem por objetivo motivar e mostrar os seguimentos vocacionais especialmente para a juventude. O Corujão acontecerá no CEFRAM – Bacabal no dia 18 de Abril a partir das 21:00h e se estenderá pela madrugada, com encerramento as 6:00h da manhã do dia 19 de Abril de 2015.

A programação é diversificada e bem atraente aos jovens, com Cristoteca (com Dj Sérgio Duvalle), oficinas de formação (com palestrantes), animação, adoração e celebração. As inscrições serão feitas gratuitamente nas secretarias paroquiais.

Venha e participe você também!

Texto: Dayane de Jesus (PASCOM / Paróquia Santa Teresinha)
Na manhã desta quarta-feira (18),  o papa Francisco nomeou dom Esmeraldo Barreto de Farias como bispo auxiliar de São Luís (MA), transferindo-o da arquidiocese de Porto Velho (RO). Dom Esmeraldo foi nomeado arcebispo de Porto Velho, em 30 de novembro de 2011, pelo papa emérito Bento XVI, após renúncia de dom Moacyr Grechi, por razão de idade, 75 anos.

Dom Esmeraldo é natural de Santo Antônio de Jesus (BA). Nasceu em 4 de julho de 1949. Foi ordenado presbítero no dia 9 de janeiro de 1977, em sua cidade natal. Sua nomeação episcopal aconteceu em 22 de março de 2000, para a diocese de Paulo Afonso (BA) onde permaneceu até 2007. Seu lema episcopal é “Levanta-te e anda” (At 3, 6).

Dom Esmeraldo já foi bispo de Santarém (PA) de 2007 a 2011; foi presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no quadriênio de 2007 a 2011. Seus estudos filosóficos foram concluídos na Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Teologia no Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador.

Fonte: CNBB

terça-feira, 17 de março de 2015

A violência dos jihadistas volta a ter como alvo igrejas e símbolos cristãos no Iraque. Na província sul de Ninive os extremistas do auto-proclamado Estado Islâmico (EI) hastearam bandeiras do Califado no lugar das cruzes, destruíram tombas, ícones e estátuas cristãs.
 Fotografias via Rádio Vaticana
A Paróquia Matriz de São Francisco das Chagas, de Bacabal, irá realizar a primeira procissão de Fogaréu na quarta-feira santa (1º de abril). 

O evento religioso iniciará por volta das 20:00h em frente a Igreja Matriz Franciscana e percorrerá várias ruas e bairros da cidade.

Toda a comunidade e Convidada! 

A procissão

A Procissão do Fogaréu é uma tradicional procissão católica realizada em muitos lugares do mundo, encena a prisão de Jesus Cristo e tem início à noite, com a iluminação pública apagada e ao som de tambores. No Brasil, a mais conhecida é em Goiás e, no Maranhão, na cidade de Caxias.

O que chama mais a atenção é a indumentária utilizada pelos penitentes, que caracteriza-se por uma túnica comprida e e por um longo capuz cônico e pontiagudo, guardando fortes semelhanças com as vestimentas que ainda hoje são comuns nas celebrações da semana santa na Espanha. Trata-se, com efeito, de um traje de origem medieval, o qual era costumeiramente utilizado por penitentes que assim podiam expiar seus pecados sem ter que revelar publicamente sua identidade.  

domingo, 15 de março de 2015

Como de costume, uma multidão na Praça de São Pedro acompanhou a oração do Angelus com o Papa Francisco, neste domingo (15), o quarto da Quaresma.

O Santo Padre começou a sua mensagem recordando o Evangelho do dia que retrata o diálogo entre Jesus e Nicodemos. A passagem ressalta a afirmação de que Deus amou tanto o mundo que deu o seu Filho Unigênito.

Segundo o Papa Francisco, Deus ama sem limites, desde sempre, demonstrando seu amor na criação. “Na origem do mundo existe só o amor livre, gratuito e sem limites do Pai”, afirmou o Santo Padre que prosseguiu citando o texto da oração eucarística IV:

“‘E quando pela sua desobediência, o homem perdeu a tua amizade, tu não o abandonaste no poder da morte, mas na tua misericórdia viestes ao encontro de todos’. Deus veio com a sua misericórdia”, recordou o Santo Padre.

O Papa Francisco declarou que a história da salvação ressalta a gratuidade do amor de Deus. “O Senhor escolhe o seu povo não porque o mereça mas porque é o menor entre todos os povos. Deus nunca abandona o seu povo”, concluiu o Pontífice.

No final da oração, o Papa Francisco saudou os vários grupos presentes e a todos desejou um bom domingo e um bom almoço.

Fonte: Canção Nova Notícias

quinta-feira, 12 de março de 2015

Representantes das 12 dioceses do Regional Nordeste V da CNBB Maranhão, participaram na última 4ª feira da quarta reunião em preparação à 12ª Romaria da Terra e das Águas do Maranhão, que acontecerá no mês de outubro deste ano em Chapadinha, Diocese de Brejo-MA.

A 12ª Romaria da Terra e das Águas do Maranhão terá como Tema “Territórios livres para o Bem Viver dos Povos” e Lema: “Tire as sandálias: o lugar onde estás é chão sagrado”

No Maranhão o modelo “desenvolvimentista” implementado privilegia os sistemas produtivos e econômicos pautados pelos grandes projetos, sobretudo o agro e hidronegócios.

A 12ª Romaria da Terra e das Águas do Maranhão quer provocar um debate sobre a realidade de injustiça e negação de direitos vivenciados pelos povos do Maranhão a partir dos elementos Terra e Água, sensibilizando e articulando forças vivas da Igreja e da sociedade, denunciando assim as injustiças e celebrando a alegria da partilha para a construção e fortalecimento da paz e solidariedade entre os povos.

A Romaria acontecerá nos dias 17 e 18 de outubro deste ano na cidade de Chapadinha, Diocese de Brejo. Segundo Dom Valdecir, bispo da Diocese, a qual acolherá o maior evento realizado pela Igreja do Maranhão, “uma das coisas importante é a mobilização das paróquias, motiva as comunidades a participarem do processo de construção deste grande evento realizado pela Igreja do Maranhão. Ele ressalta ainda que o tema vai de confronto com as realidades gritantes da luta pela terra. E que este é um momento para a Igreja do Maranhão vivenciar seu profetismo, seu testemunho no seguimento de Jesus Cristo”.

Nesta 4ª Reunião foram debatidos pontos importantespara a realização deste grande evento, como o papel das comissões a escolha do cartaz, fechamento da cartilha, folder, vídeo, seminários regional e diocesanos que tratará do tema da 12ª Romaria da Terra e das Águas, e equipes de organização do evento. A próxima reunião acontecerá em Chapadinha nos dias 28 e 29 de abril.
 Por Eanes Silva / Pascom Regional NE5 da CNBB
O pequeno Rafael Freitas, de três anos, seria uma criança como qualquer outra, se não fosse uma diferente paixão. Enquanto outros meninos e meninas gostam de brincar com carrinhos, bonecas e de fazer historinhas, ele tem um sonho um tanto quanto inusitado: o de ser Papa.

Rafael trata há 10 meses de neurosarcoma – um tumor que se origina nos nervos periféricos - no Hospital de Câncer de Barretos. A mãe do garoto, Patriana Silva Freitas, conta que aos dois anos de idade, ele começou a celebrar missas em casa.

“Eu e o pai dele somos ministros da eucaristia e ele sempre nos acompanha nas missas. Ele começou a prestar atenção e decorou tudo”, contou.

Em Barretos, Rafael conheceu o padre Sérgio, responsável pelas missas realizadas na capela da instituição, que lhe presenteou com uma túnica, estola e objetos utilizados durante a missa. “Ele ficou louco com os presentes, gostou muito”, disse a mãe. Rafael Freitas usa vestes sacerdotais, enquanto acompanha a realização de missa rezada pelo padre João Borges, no HC.

O menino está hospedado em uma pousada na cidade. Segundo Patriana, todos os dias, às 18h, horário de Nossa Senhora Aparecida, santa de devoção da família, ele convida a todos para participar da missa e receber a bênção.

“Ele é um milagre. Desde o começo ele luta pela vida. Por isso, colocamos esse nome nele, Rafael, que significa o anjo da cura. Ele é um presente, que se Deus quiser, vai ficar bom e nos dar ainda mais alegrias”, afirmou a mãe. Rafael sonha em ser ministro da eucaristia, como os pais, e depois se tornar Papa.
 Fonte: BOL Notícias

quarta-feira, 11 de março de 2015

Desde que iniciou a construção do templo dedicado a São João Batista, a comunidade da Vila São João vem se mobilizado incansavelmente para a conclusão.

Muitos passos já foram dados desde então, muitos eventos foram realizados, a exemplo dos almoços beneficentes. Dessa vez, mais um grande evento marcará esse final de semana: é a 1º Noite das Massas, que acontecerá neste sábado (14), após a celebração das 19:30h.

Além do convívio fraterno entre os amigos e familiares, será oferecido um variado cardápio de massas para todos os gostos. Além de tudo isso, quem participar estará ajudando no término do templo, a realização do sonho de todos os fiéis daquela localidade. 

Não perca!

O Papa celebrou na manhã de segunda-feira (09/03) a Missa na Casa Santa Marta. Comentando o Evangelho do dia, o Papa Francisco ressaltou o trecho em que Jesus repreende os habitantes de Nazaré pela falta de fé: no início, Ele é ouvido com admiração, mas depois explode “a ira e a indignação”:

“Naquele momento, entre as pessoas que ouviam com prazer o que Jesus dizia, um, dois ou três não gostaram do que ele disse, e um falador se levantou e afirmou: ‘Mas o que esta pessoa está a falar? Onde estudou para nos dizer essas coisas? Que nos mostre o diploma! Em qual Universidade estudou? Ele é o filho do carpinteiro e o conhecemos bem”. E começou a fúria, e também a violência. “E o expulsaram da cidade e o conduziram até o cume da colina”. E queriam lançá-lo lá de cima”.

A primeira leitura fala de Naamã, comandante do exército sírio, leproso. O Profeta Eliseu lhe diz de banhar-se sete vezes no Jordão e também ele se indigna porque pensava num gesto maior. Depois ouve o conselho dos servos, faz o que disse o Profeta e a lepra desaparece. Seja os habitantes de Nazaré, seja os de Naamã – observou o Papa – “queriam um show”, mas “o estilo do bom Deus não é dar show: Deus age na humildade, no silêncio, nas coisas pequenas”. Isso – destacou – se vê em “toda a história da salvação”, a partir da Criação, onde o Senhor não pegou “a varinha mágica”, mas criou o homem “com o barro”:

“Quando ele quis libertar o seu povo, libertou-o pela fé e a confiança de um homem, Moisés. Quando ele quis fazer cair a poderosa cidade de Jericó, ele o fez através de uma prostituta. Também para a conversão dos samaritanos, pediu o trabalho de outra pecadora. Quando Ele enviou David para lutar contra Golias, parecia loucura: o pequeno David diante do gigante, que tinha uma espada, tinha muitas coisas, e David apenas uma funda e pedras. Quando disse aos Magos, que tinha nascido o Rei, o Grande Rei, o que eles encontram? Uma criança, uma manjedoura. As coisas simples, a humildade de Deus, este é o estilo divino, jamais um show”.

O Papa recorda “também uma das três tentações de Jesus no deserto: o show”. Satanás o convida a lançar-se do pináculo do Templo porque vendo o milagre as pessoas possam acreditar n’Ele. “O Senhor – pelo contrário - se revela na simplicidade, na humildade”. “Nos fará bem nesta Quaresma - conclui o Papa - pensar nas nossas vidas em como o Senhor nos ajudou, como o Senhor nos fez seguir em frente, e vamos descobrir que ele fez isso com coisas simples”:

“Assim age o Senhor: faz as coisas de forma simples. Fala-nos silenciosamente ao coração. Recordamos na nossa vida as muitas vezes que ouvimos estas coisas: a humildade de Deus é o seu estilo; a simplicidade de Deus é o seu estilo. E também na liturgia, nos sacramentos, que bonito é que se manifeste a humildade de Deus e não o show mundano. Irá nos fazer bem percorrer a nossa vida e pensar nas muitas vezes em que o Senhor nos visitou com a sua graça, e sempre com este estilo humilde, o estilo que também Ele nos pede para ter: a humildade”.

Fonte: Rádio Vaticana
O Conselho Nacional das Igrejas Cristãs (Conic) recebe, até o dia 23 de abril, inscrições para o concurso do Hino e do Cartaz da Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) de 2016. Com uma reflexão sobre o saneamento básico, a quarta edição realizada em parceria com outras igrejas propõe o tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5.24).

As músicas e cartazes, de acordo com os editais específicos, devem ser encaminhados ao endereço eletrônico conic@conic.org.br, com cópia para comunicacao@conic.org.br.

A CFE 2016 tem como objetivo geral chamar atenção para a questão do saneamento básico para garantir desenvolvimento, saúde integral e qualidade de vida para todos. De acordo com os organizadores, apesar da importância, a cobertura no Brasil “caminha a passos lentos”.

Música

Na escolha do Hino da CFE 2016 serão considerados os aspectos litúrgicos e celebrativos que envolvem a iniciativa, em especial as perspectivas de denúncia e anúncio. O tempo quaresmal, período de vivência da campanha, também deve ser observado pelos autores. Os organizadores pretendem, ainda, que a música traduza e inspire a diversidade musical brasileira.

Cartaz

O cartaz deverá refletir sobre o tema da Campanha e pode conter desenhos, fotografias e artes como pintura, colagem e montagem.

Os aspectos técnicos para envio do áudio e da imagem estão descritos nos respectivos regulamentos do concurso.

Ecumenismo

Desde 2000 a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) delega ao Conic a organização das Campanhas da Fraternidade Ecumênicas. Naquele ano, foi abordado o tema “Dignidade humana e paz” e o lema escolhido foi “Novo milênio sem exclusões”. A segunda edição, em 2005, falou sobre “Solidariedade e paz”, com o lema “Felizes os que promovem a paz”. Em 2010, a terceira CFE tratou da temática “Economia e Vida”, com o lema “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro”.

Nesta edição da CFE, haverá o apoio da Misereentidade episcopal da Igreja Católica na Alemanha que trabalha na cooperação para o desenvolvimento de países da Ásia, da África e na América Latina.

Fonte: CNBB

terça-feira, 10 de março de 2015

Para pedir perdão a Deus, é preciso seguir o ensinamento do “Pai-Nosso”: arrepender-se com sinceridade dos próprios pecados, sabendo que Deus perdoa sempre. Foi o que reiterou o Papa Francisco durante a homilia da Missa da manhã, celebrada nesta terça-feira (10/03) na Casa Santa Marta.

Deus é onipotente, mas também a sua onipotência de certo modo se detém diante da porta fechada de um coração. Um coração que não pretende perdoar quem o feriu. O Papa se inspirou no Evangelho do dia, em que Jesus explica a Pedro que é preciso perdoar “setenta vezes sete”, que equivale a “sempre”, para reafirmar que o perdão de Deus para nós e nosso perdão aos outros estão estreitamente relacionados.

Francisco explicou que tudo parte de como nós, antes de todos, nos apresentamos a Deus para pedir perdão. O exemplo do Papa é extraído da Leitura do dia, que mostra o Profeta Azarias invocando clemência pelo pecado do seu povo, que está sofrendo, mas também é culpado por ter “abandonado a lei do Senhor”. Azarias, indicou Francisco, não protesta, “não se lamenta diante de Deus” pelos sofrimentos; pelo contrário, reconhece os erros do povo e “se arrepende”:

“Pedir perdão é outra coisa, é diferente de pedir desculpa. Eu erro? Mas me desculpe, errei… Pequei! Não tem nada a ver uma coisa com outra. O pecado não é um simples erro. O pecado é idolatria, é adorar o ídolo, o ídolo do orgulho, da vaidade, do dinheiro, do “eu mesmo, do bem-estar… Tantos ídolos que nós temos. E, por isso, Azarias não pede desculpas: pede perdão”.

O perdão deve ser pedido com sinceridade, com o coração, e de coração deve ser doado a quem cometeu um deslize. Como o patrão da parábola contada por Jesus, que perdoa um grande débito movido pela compaixão diante das súplicas de um dos seus servos. E não como aquele mesmo servo faz com outro servo, tratando-o sem piedade e mandando-o à cadeia, mesmo que a dívida fosse irrisória. A dinâmica do perdão – recordou o Papa – é aquela ensinada por Jesus no “Pai-Nosso”:

“Jesus nos ensina a rezar ao Pai assim: ‘Perdoa os nossos pecados assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido’. Se eu não sou capaz de perdoar, não sou capaz de pedir perdão. ‘Mas, padre, eu me confesso, vou ao confessionário...’. ‘E o que faz antes de se confessar?’. ‘Mas, eu penso nas coisas que fiz de mal...’. ‘Tudo bem’. ‘Peço perdão ao Senhor e prometo não fazer de novo...’. “Certo. E depois vai até ao sacerdote? Antes, porém, falta algo: perdoou a quem lhe fez mal?”.

Em poucas palavras, Francisco retomou o pensamento: “o perdão que Deus lhe dará” requer “o perdão que você dará aos outros”.

“Este é o discurso que Jesus nos ensina sobre o perdão. Primeiro: pedir perdão não é um simples pedido de desculpas, é ter consciência do pecado, da idolatria que eu perpetrei, das tantas idolatrias. Segundo: Deus sempre perdoa, sempre. Mas pede que eu perdoe. Se eu não perdoo, em um certo modo fecho as portas ao perdão de Deus. ‘Perdoa os nossos pecados assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido’”.

domingo, 8 de março de 2015

É preciso “promover uma vida litúrgica autêntica, de modo que possa haver sintonia entre o que a liturgia celebra e o que vivemos em nossas vidas”: foi o que disse o Papa Francisco celebrando no fim da tarde deste sábado a Santa Missa na paróquia romana de Ognissanti, (Todos os Santos), em comemoração da primeira missa celebrada em italiano - de acordo com as normas litúrgicas estabelecidas pelo Concílio Vaticano II - exatamente há 50 anos na mesma paróquia onde o Beato Paulo VI celebrou a missa.

O culto litúrgico, explicou o Papa em sua homilia, “não é antes de tudo, uma doutrina a ser compreendida, ou um rito a ser realizado – é naturalmente também isso - mas é essencialmente uma fonte de vida e de luz para o nosso caminho de fé”.

O Papa Francisco recordou o episódio evangélico de Jesus que expulsa os mercadores do templo, indicando como “gesto de limpeza, de purificação” e explicando que “Deus não aprecia um culto exterior feito de sacrifícios materiais e baseado no interesse pessoal. “É o chamado ao culto autêntico, à correspondência entre liturgia e vida - observou -; um chamado que vale para todas as épocas e também hoje para nós”. “A liturgia não é uma coisa estranha, lá, longe – disse ainda o Papa improvisando -: há uma correspondência entre a celebração litúrgica que depois eu levo para a minha vida. E sobre isso se deve ir ainda mais para a frente, temos de fazer ainda muito caminho”.

“Não podemos nos iludir de entrar na casa do Senhor e “cobrir”, com orações e práticas de devoção, comportamentos contrários às exigências da justiça, da honestidade e da caridade para com o próximo”, disse ainda o Papa. “Não podemos substituir com ‘homenagens religiosas’ aquilo que é devido ao próximo, adiando uma verdadeira conversão”. “Mas eu, Senhor, vou à Igreja todos os domingos, cumpro…,não se envolva na minha vida, não me incomode. "Esta é a atitude de muitos católicos, de muitos”, disse o Santo Padre.

De acordo com o Papa Francisco, “o discípulo de Jesus não vai à igreja apenas para observar um preceito, para se sentir bem com um Deus que, depois, não deve 'perturbar': vai à igreja para encontrar o Senhor e encontrar na sua graça, operante nos Sacramentos, a força de pensar e agir segundo o Evangelho”. O culto, as celebrações litúrgicas, acrescentou, "são o âmbito privilegiado para ouvir a voz do Senhor, que orienta para o caminho da retidão e da perfeição cristã”.

“Trata-se de realizar um caminho de conversão e de penitência, para remover de nossas vidas as escórias do pecado, como fez Jesus, limpando o templo de mesquinhos interesses”, disse ainda o Pontífice. E a Quaresma “é o tempo favorável para tudo isso, é o tempo de renovação interior, da remissão dos pecados, o tempo em que somos chamados a redescobrir o Sacramento da Penitência e da Reconciliação, que nos faz passar da escuridão do pecado à luz da graça e da amizade com Jesus’”.

Fonte: Rádio Vaticana

sábado, 7 de março de 2015

A quinta-feira desta 2ª semana da Quaresma (05) foi muito especial para nove crianças e dois adultos da Comunidade São José, do Bairro Juçaral. 

Depois de uma longa e frutuosa caminhada catequética, a comunidade reuniu-se para presenciar e participar do 1º encontro deles com o Cristo Eucarístico, fato este que encheu-os de muita alegria, o que estava claramente estampada em seus rostos, assumindo compromisso na fé católica e professando sua fé na Igreja de Cristo.

Padre Cláudio presidiu a celebração e falou a eles da necessidade de manter essa comunhão e serem perseverantes na caminhada, ajudando a comunidade a crescer e ser presença de Deus no meio daquele bairro. Assim também pediu a catequista que acompanhou o grupo durante esse período de preparação. 
Com tranquilidade e fé, o momento ápice da celebração fui muito especial para todos, principalmente à dona Lúcia, que é engajada há vários anos, mas somente agora teve oportunidade de comungar. Em seus mais de 50 anos de idade, nunca havia participado de um momento tão especial, como teve a oportunidade de testemunhar. "Minha primeira comunhão servirá para que eu aumente ainda mais a fé e participe ainda mais", enfatizou ela.

Esses são somente os primeiros adultos a comungarem pela primeira vez, já que a paróquia assumiu formar em todas as nossas comunidades turmas que ofereçam a formação cristã à esse grupo de pessoas.
Fotografia: Lourival Albuquerque Silva