• Abra-se à Restauração de Deus

    O Senhor Cura e Liberta todas as pessoas que vêm ao seu encontro, pois Ele é o caminho a verdade e a Vida. Venha participar dessa celebração, sua Vida será restaurada pelo Amor e pelo poder do Senhor.

    Leia +
  • Conheça melhor a Palavra de Deus

    "Deste modo, pois, com a leitura e estudo dos livros sagrados, 'a palavra de Deus se difunda e resplandeça' (2 Tess. 3,1), e o tesouro da revelação confiado à Igreja encha cada vez mais os corações dos homens. (Dei Verbum, 26)

    Leia +

19.9.17

IX Romaria da Juventude foi um sucesso, afirmam organizadores

Barra do Corda foi a sede do maior evento da Pastoral da Juventude do Maranhão, nos dias 16 e 17 de setembro. A Nona edição da Romaria da Juventude foi um espetáculo que durou mais de 15 horas seguidas, desde a abertura no Espaço Cultural, no Bairro Trizidela, até o encerramento ao lado da Rodoviária, no bairro Altamira.

A Romaria Estadual da Juventude acontece no Maranhão desde o ano de 1992, quando foi sediada pela cidade Pindaré-Mirim. De lá pra cá a energia só ganha força e o público romeiro só aumenta. Na penúltima edição, que ocorreu em Balsas, em 2014, a estimativa de participantes foi de 25 mil jovens. Em Barra do Corda, segundo a PM, o número de romeiros chegou a 32 mil.

O Espaço Cultural ficou pequeno para tanta animação, oração, numeros teatrais e shows de música. Às 06h da manhã os jovens iniciaram uma caminhada de 5.5km (o cansaço de alguns fez pensar que fosse mais), saindo pelo centro em direção à rodoviária, onde o Bispo Referencial da Juventude do Maranhão, Dom Vilsom Basso, atual Bispo de Imperatriz, deu a benção solene e fez o envio das caravanas de volta para as suas dioceses.

A Romaria é um evento organizado pela Pastoral da Juventude, da Igreja Católica, apoiada pelos bispos do Regional NE V da CNBB, e é feita principalmente com o apoio da diocese acolhedora e suas equipes locais, que buscam realizar da melhor forma os preparativos ao lado da Coordenação estadual.

Fonte: Cidade de Barra do Corda

15.9.17

Festejo de Nossa Senhora Rainha da Paz: Programação

Paz e Bem!

Irmãos e irmãs, é com imensa alegria que convidamos você e sua família para participar do Festejo de Nossa Senhora Rainha da Paz, no período de 15 a 24 de setembro de 2017. Vamos honrar e louvar a Deus através de Maria, a “Estrela da Evangelização”, aquela cujo “sim” trouxe aos homens e mulheres a Nova e Eterna Aliança em seu Filho, Jesus Cristo.

Todas as noites haverá a reza do terço às 19:00h e em seguida a Celebração Eucarística às 19:30h.

Fraternalmente, 

Pe. Ribamar Cardoso Lima
Frei Ivaldo Evangelista
Conselho Comunitário

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

DIA 15 - SEXTA-FEIRA
LITURGIA: RAINHA DA PAZ
SUB-TEMA: Assim como Maria, somos gerados no amor de Deus!
Convidados: comerciantes da comunidade

DIA 16 - SÁBADO
LITURGIA: TERÇO DOS HOMENS  E  JUVENTUDE
SUB-TEMA: Maria, portadora do filho de Deus!
Convidados: Comunidade Pau Darco, Capoeira, Lagoa Perto e Pinto Teixeira

DIA 17 - DOMINGO
 LITURGIA: PORTA ABERTA (com os cantos)
SUB-TEMA: Todo amor dá frutos: Maria vinha fecunda!
Convidados: Comunidade Palmeiral e Mata Diana

NESTE DIA HAVERÁ ALMOÇO
A PARTIR DAS 11:00h

DIA 18 - SEGUNDA-FEIRA
LITURGIA: COMUNIDADE SÃO RAIMUNDO (com os cantos)
SUB-TEMA: Maria, causa de nossa alegria!
Convidados: Com. São Judas Tadeu (Alto Bandeirante)

DIA 19 - TERÇA-FEIRA
LITURGIA: COM. SÃO JOSÉ E SÃO JOÃO (com os cantos)
SUB-TEMA: Maria, porta do Céu!
Convidados: Pastoral da acolhida

DIA 20 - QUARTA-FEIRA
LITURGIA: COM. SANTO ANTONIO E NOSSA SENHORA DE FÁTIMA (com os cantos)
SUB-TEMA: Maria, estrela da manhã!
Convidados: Movimento Mãe Rainha

DIA 21 - QUINTA-FEIRA
LITURGIA: MATRIZ
SUB-TEMA: Maria, mãe da misericórdia.
Convidados: Comunidade Santa Luzia (Brejinho)

DIA 22 - SEXTA-FEIRA
LITURGIA: COM. SANTA LUZIA (com os cantos) 
SUB-TEMA: Maria, consoladora dos aflitos!
Convidados: Pastorais da Criança, da Sobriedade e do Idoso.

DIA 23 - SÁBADO
LITURGIA: PASTORAL FAMILIAR
SUB-TEMA: Maria, modelo de santidade para a família! 
Convidados: Com. do Capim Duro e São Benedito

5º FESTIVAL DE PRÊMIOS ÀS 20:30h
01 NOVILHA  /  01 MOTO HONDA POP

DIA 24 - DOMINGO
ENCERRAMENTO DO FESTEJO
PROCISSÃO LUMINOSA: 18:00h
LITURGIA: COM. RAINHA DA PAZ (com os cantos)
SUB-TEMA: Maria, modelo de solidariedade e serviço!
Convidados: Todas as comunidades

13.9.17

Convite: Jantar Beneficente da Comunidade Porta Aberta

A Comunidade Nossa Senhora da Conceição Porta Aberta, no dia 30 de Setembro de 2017 (Domingo), estará realizando um jantar beneficente em prol das obras em nossa comunidade. O jantar será oferecido no largo da Igreja Nossa Senhora da Conceição "Porta Aberta". Os convites podem ser adquiridos na Secretaria através dos telefones (99) 9 8102-8065 e 9 8179-6812 e também com todos os irmãos que fazem parte da comunidade nos mais variados grupos.

Contamos com a colaboração e participação de todos os irmãos e irmãos para que juntos, possamos celebrar a graça da partilha e ajudarmos na melhoria da casa do Senhor.

Atenciosamente,

MARINA ROMÃO PAZ MESQUITA
Coordenadora da Comunidade

9.9.17

Campanha Missionária para o Mês das Missões é lançada durante Congresso em Recife

A programação do 4º Congresso Missionário Nacional (4º CMN) que se realiza em Recife (PE) abriu espaço, na tarde desta sexta-feira, 8, para o lançamento da Campanha Missionária 2017. A cerimônia inédita de lançamento nacional fora de Brasília (DF) foi feita aos meios de comunicação e aos 700 congressistas vindos de todos os estados do Brasil.

Promovida anualmente, no mês de outubro, a Campanha Missionária está em sintonia como os ensinamentos do papa Francisco que afirma: “A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontraram com Jesus” (EG 1). Essa alegria precisa ser anunciada pela Igreja.

Compuseram a mesa o cardeal Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília (DF) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB); dom Esmeraldo Barreto de Farias, bispo auxiliar de São Luís (MA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB; padre Maurício da Silva Jardim, diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM) e irmã Irene Lopes, assessora da Comissão Episcopal para a Amazônia (CEA) e da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam).

Dom Esmeraldo Barreto de Farias apresentou os materiais produzidos para animar o Mês Missionário, em outubro de 2017. O bispo destacou que o tema da Campanha: “Alegria do Evangelho para uma Igreja em saída” e o lema: “Juntos na missão permanente”, dão continuidade ao Congresso Missionário. Dom Esmeraldo enfatizou os títulos dos nove dias da Novena e apontou que esses são motivados pela esperança e o pelo profetismo com destaque para a Igreja em saída. “A porta de entrada é a mesma da saída que nos leva ao encontro das pessoas. Ir ao encontro faz parte do dinamismo missionário”, lembrou o bispo, que fez votos que o material seja acolhido em todas as dioceses. “Esses subsídios são como gotas de esperança, alegria e ânimo em nossas dioceses”.

Padre Maurício da Silva Jardim, recordou que este ano celebramos o 91º aniversário do Dia Mundial das Missões. A data foi instituída pelo papa Pio XI, em 1926 a ser celebrado todos os anos no penúltimo domingo de outubro, este ano dia 22. “Com este dia de oração e de evangelização dos povos deseja-se incentivar a cooperação missionária pelo mundo e agradecer o contributo dos missionários na construção de um mundo melhor”, disse o padre.

Para o diretor das POM, lançar a Campanha no Congresso Missionário é dar continuidade à temática do mesmo. Ele ainda ressaltou que o Brasil é um dos países que mais contribui na Campanha para a missão universal da Igreja, em especial, na Ásia, África, Oceania e América Latina. “É um fundo universal onde circula a caridade”, enfatizou. Padre Maurício lembrou ainda que o papa Francisco, em junho deste ano, convocou um momento extraordinário de oração e reflexão sobre a missão além-fronteira para o mês de outubro de 2019.

Este ano, o cartaz e outros materiais da Campanha trazem o Zapcode. Para utilizá-lo basta baixar gratuitamente o Aplicativo Zappar no Smartphone (celular e tablet). Depois, ao direcionar o aparelho para o cartaz é possível assistir a um vídeo e acessar os conteúdos da Campanha Missionária.

Irmã Irene Lopes, ressaltou o espaço que as POM reservam nos materiais da Campanha Missionária à Igreja na Amazônia. “A Amazônia sempre ganha um espaço significativo em cada Campanha. Nós agradecemos. A Igreja da Amazônia agradece”. A religiosa enfatizou que hoje, mais do nunca, a Amazônia precisa de atenção e mobilização por parte da Igreja, em sua defesa. “Precisamos ouvir o DSC_0546grito da terra, o grito dos pobres. Haja vista os últimos acontecimentos: conflitos, assassinatos, violação dos direitos humanos, desrespeito aos territórios dos povos indígenas e comunidades tradicionais e a extinção de Reservas ambientais”, conclamou a irmã.

Em sua fala irmã Irene recordou um trecho da nota em que a Repam e Comissão Episcopal para a Amazônia publicaram em repúdio à suspensão da Reserva de Cobre e Associados (Renca), no Amapá e Macapá: “A extinção da Renca representa uma ameaça política para o Brasil inteiro, impondo mais pressão sobre as terras indígenas e Unidades de Conservação, e abrindo espaço para que outras pautas sejam flexibilizadas, como a autorização para exploração mineral em terras indígenas, proibida pelo atual Código Mineral”.

O cardeal dom Sergio Rocha ressaltou a importância de assumir a proposta da Campanha Missionária e convocou aos participantes a fazer uso dos subsídios para melhor vivência comunitária no Mês Missionário. “Juntos na missão permanente. Precisamos olhar para além dos muros, olhar e rezar além da realidade local é o que nos convida essa Campanha. Portanto, vamos fazer valer a campanha missionária”. Por fim, o cardeal agradeceu aos envolvidos na preparação dos subsídios da Campanha. “Nossa gratidão a todos que estão envolvidos e trago aqui o apoio da CNBB para juntos nos animarmos. Vamos fazer um grande mutirão missionário” convocou dom Sergio Rocha.

As 276 dioceses e prelazias do Brasil já receberam todos subsídios da Campanha para serem distribuídos entre as paróquias e comunidades. O material da Campanha: livreto da Novena Missionária; DVD com testemunhos missionários; mensagem do papa Francisco para o Dia Mundial das Missões; orações dos fiéis para os quatro domingos de outubro; envelopes para a coleta do Dia Mundial das Missões e duas versões de marcadores de página com a oração da Campanha Missionária, que tem o seu ponto alto no Dia Mundial das Missões, celebrado no penúltimo domingo do mês de outubro pode ser baixados e multiplicados livremente por meio do site www.pom.org.br.

8.9.17

Giro pelas Paróquias: Começa hoje (08) o Festejo de São Francisco das Chagas

Começa nesta sexta-feira (8) e vai até 17 de setembro o tradicional Festejo de São Francisco das Chagas, em Bacabal, com o tema: “São Francisco, admirador da Virgem Maria, é nosso espelho de missão”.

“Somos convidados neste ano a vivenciar o amor e a missionariedade de Maria, na qual Francisco de Assis encontrou seu espelho de vida e missão. Desejamos a todos os fiéis devotos de São Francisco das Chagas, que possam vivenciar a graça de ir ao encontro dos nossos irmãos levando a paz e o bem como peregrinos missionários de Deus. Que nosso pai seráfico, São Francisco das Chagas, interceda a Deus por nós, para nos tornarmos missionários de Jesus Cristo, o peregrino da Paz”.

Fraternalmente,
Frei Osmar Rodrigues de Jesus, OFM (Pároco)
Frei Jaredi Carvalho da Cruz, OFM (Vigário)
Conselho Paroquial
                                                                   
Programação do final de semana

08/09 - Sexta-feira
               
Subtema: “São Francisco, Admirador da Virgem Maria”.
06:30h – Alvorada e Hasteamento da Bandeira e ofício da manhã
07:00h – Café Comunitário
18:30h – Ofício (Apostolado da Oração)
19:00h – Santa Missa

09/09 – Sábado

Subtema: “São Francisco, homem de fé ardente”.
06:30h – Missa Irmão Sol
18:30h – Ofício (Legião de Maria)
19:00h – Santa Missa

10/09 – Domingo

Subtema: “São Francisco, que mostra a nós o caminho da pureza”.
08h – Missa (Catequese Matriz)
18h30 – Ofício (Apostolado da Oração)
19h – Santa Missa

Conheça a programação completa no site da Paróquia São Francisco das Chagas

4.9.17

Igreja no Maranhão: Dioceses reúnem para trabalhar Catequese e Liturgia em Seminário

Tendo em vista que "a Iniciação à Vida Cristã com seus tempos e fases, dá-se numa íntima relação entre Catequese e Liturgia" (cf. Itinerário Catequético), catequistas e pessoas ligadas à Liturgia de todo o Maranhão reuniram-se no CEFRAM para a realização de um Seminário sobre o tema.

O encontro iniciou-se na sexta-feira (01) e foi assessorado pelo Padre Thiago Faccini, que é especialista em Liturgia,Espaço Litúrgico e Arte Sacra; Pedagogo, autor da coleção de manuais de catequese “O Caminho”; e assessor do Setor de Espaço Litúrgico da Comissão Episcopal para Liturgia da CNBB. Ao longo do Seminário o sacerdote fez uma detalhada explanação sobre a relação intrínseca entre Catequese e Liturgia, mostrando como esses dois elementos em conjunto podem levar as pessoas a um encontro com Jesus.

Com o objetivo de capacitar melhor os agentes para esse projeto da Igreja no Brasil de melhor iniciar os cristãos, também foram esclarecidos como aplicar melhor o Ritual de Iniciação Cristã de Adultos, além de ter sido apresentado todo um itinerário desenvolvido também para as crianças - batizadas ou não. 

Ao final do encontro, no domingo, as dioceses presentes tiveram a oportunidade de reunir-se para avaliar o encontro, assim como traçar os primeiros passos rumo a iniciativas conjuntas. A Coordenadora Regional de Catequese - Joana - agradeceu a participação de todos, convidando tantos os catequistas quanto os amantes da Liturgia a um trabalho mais proveitoso, que desse um novo rosto à Igreja. 

O Seminário de Catequese e Liturgia foi organizado pelo Regional Nordeste V, que abrange as 12 dioceses do Maranhão. Lá tiveram representadas 11, com número de participantes a saber: Balsas: 6; Bacabal: 11; Brejo: 5; Carolina: 2; Caxias: 2; Coroatá: 2; Grajaú: 7; Imperatriz: 18; Pinheiro: 4; São Luis: 12; Viana: 5.

Das três Paróquias de Bacabal, a Paróquia Sant'Ana e São Joaquim enviou dois representantes: Lourival Albuquerque e Lucilene Cruz. 

O encontro finalizou-se ao meio dia, com a bênção dada por Dom Armando Martín Gutierrez, bispo de Bacabal. 
Fotografia: Lourival Albuquerque

Festejo de São Raimundo Nonato: Encerramento

Terminou na última quinta-feira (31), o Festejo em honra a São Raimundo Nonato, na Comunidade do Bairro Santos Dumont. 

Durante 10 noites, os fiéis reuniram-se para celebrar este grande santo, e entre Missas e momentos de confraternizações após a celebração, puderam agradecer as graças alcançadas pela intercessão do santo. Esta última noite iniciou-se com a procissão luminosa, que saiu da própria comunidade às 18:30h e percorreu ruas do Bairro Santos Dumont e Vila São João. Sob cantos, ladainhas e orações, os devotos fizeram a caminhada penitencial, para então celebrar a Eucaristia presidida por Frei Ivaldo. 

Após a Missa, os jovens da comunidade encenaram a vida de São Raimundo Nonato, dando ênfase na sua missão de colaborador para a construção do Reino de Deus, servindo assim de inspiração a cada um de nós. Logo em seguida, o casal sertanejo Letícia e Ruan assumiram o palco e cantou sucessos da nossa música, fechando com chave de ouro essa grande festa. 

Confira algumas fotos:
Fotografia: Francisco Jane

Datas importantes para Setembro de 2017

Dia 01: Bazar Madre Esperança (Cúria Diocesana, às 08:00h)
Dias 01 a 03: Seminário de Catequese e Liturgia do Regional NE V (Cefram, a partir das 18:00h)
Dias 01 a 06: Cerco de Jericó (Comunidade Porta Aberta)
Dia 05: Reunião da equipe de Comunicação do Jubileu da Diocese (Rede Vida, às 19:30h)
07 a 14: Semana Bíblica e Aprofundamento da Fé (Comunidade Santa Luzia)
Dia 08: Encontro de Preparação para o Batismo (Salão da Matriz, às 15:00h)
Dia 10: Encontro de Viúvas e Mães Solteiras (Salão da Matriz, das 08:00h às 12:00h)
Dias 15 a 24: Festejo de Nossa Senhora Rainha da Paz (Bairro Vila da Paz)
Dia 19: Encontro de Empreendedores Católicos (Salão da Matriz, 19:30h)
Dia 24: Batizados - Matriz, às 08:00h
Dias 29, 30 e 01/10: Seminário - Iniciação à Vida Cristã (Lago da Pedra-MA)

Outras datas
Dia 05: Fórum Ecológico de Bacabal – FECOBAC (CEFRAM, 19:00h)
Dias 08 a 17: Festejo da Paróquia São Francisco das Chagas
Dia 22: Início do Festejo da Paróquia Santa Teresinha. Finaliza em 01/10

Última atualização: 04/09/2017, às 11:06h

3.9.17

Convite: FECOBAC - FÓRUM ECOLÓGICO DE BACABAL

Saudações!

Lhe convidamos para participar no dia da Amazônia, da segunda reunião do Fórum Ecológico de Bacabal – FECOBAC. Na ocasião estaremos oferecendo oficinas temáticas com o tema: Rio Mearim e Educação Ambiental. É necessário e urgente fazermos hoje. Somos todos chamados a construir um mundo sustentável, onde todos nós unidos devemos ter uma parcela de participação e dar a nossa contribuição. Outro mundo é possível, mas é necessário começar já. Participe!
Reforçando que este Fórum é democrático, construímos juntos. Nossas lutas têm encontrado diversos entraves que restringem a participação popular na construção de políticas públicas, na gestão municipal e até na livre manifestação e usufruto do espaço público. Assim, para consolidarmos o debate e tornarmos os temas mais acessíveis e democráticos, lançamos o FECOBAC. O Fórum é um espaço livre para apresentação de propostas, estratégias, experiências debates, articulações, e sobretudo, o fortalecimento das lutas pela transformação social.

COMO PARTICIPAR:

Participando das atividades no dia 05 de setembro de 2017 no auditório do CEFRAM a partir das 19h.
A entrada é FRANCA, mas como gesto concreto pedimos que tragam garrafas pet para reciclar. O material será doado para associações de catadores de materiais recicláveis.
Contamos com seu apoio na construção deste importante processo de mobilização e fortalecimento da luta por cuidar do bioma Maranhense (Cerrado, Amazônia, Mata dos Cocais...) e promover relações fraternas com a vida e cultura dos povos.
Mais informações, inscrições online e contatos: www.sites.google.com/view/fecomum, ou escreva-nos fecomum@hotmail.com, e ainda pelo telefone (99) 3621-1420, ou no CEFRAM.

Atenciosamente.

Frei Gilberto Magno, ofm 
Representante da Comissão Organizadora do Fórum
Diretor do Centro Franciscano de Animação Missionária (CEFRAM)

Mais informações: CEFRAM / (99) 3621 1420 / Whatsapp: (99) 9 8193-8254

1.9.17

Setembro, o mês da Bíblia

“Quão saborosas são para mim vossas palavras, mais doces que o mel à minha boca” (Sl 118, 103).

“Vossa palavra é um facho que ilumina meus passos. E uma luz em meu caminho” (Sl 118, 105).

A Igreja no Brasil dedica todo o Mês de Setembro a Bíblia. Sem dúvida é uma iniciativa muito salutar. A motivação provém do fato da  Igreja celebrar no dia 30 de setembro a memória do grande santo e doutor da Igreja, São Jerônimo, que a pedido do Papa Dâmaso (366-384) preparou uma excelente tradução da Bíblia em latim, a partir do hebraico e do grego; a chamada Vulgata. Foi um trabalho gigantesco que demandou cerca de 35 anos nas grutas de Belém, onde ele realizava esse ofício, vivendo uma austera vida de oração e penitência. São Jerônimo dizia que quem não conhece os Evangelhos não conhece Jesus.

cpa_escola_da_fe_iiSão Jerônimo (347-420), chamado de “Doutor Bíblico”,  nasceu na Dalmácia e educou-se em Roma; é o mais erudito dos Padres da Igreja latina; sabia o grego, latim e hebraico. Viveu alguns anos na Palestina como eremita. Em 379, foi ordenado sacerdote pelo bispo Paulino de Antioquia; foi ouvinte de São Gregório Nazianzeno e amigo de São Gregório de Nissa. De 382 a 385 foi secretário do Papa São Dâmaso. Pregava o ideal de santidade entre as mulheres da nobreza romana (Marcela, Paula e Eustochium) e combatia os maus costumes do clero. Na figura de São Jerônimo destacam-se a austeridade, o temperamento forte, o amor a Igreja e à Sé de Pedro.

Conhecer a Palavra de Deus é fundamental para todo cristão. A Carta aos hebreus diz que “a Palavra de Deus é viva, eficaz, mais penetrante do que uma espada de dois gumes, e atinge até à divisão da alma e do corpo, das juntas e medulas, e discerne os pensamentos e intenções do coração” (Hb 4,12).

Jesus conhecia profundamente a Bíblia e a citava.  Isso é o suficiente para que todos nós façamos o mesmo. Na tentação do deserto ele venceu o demônio lançando em seu rosto, por três vezes, a santa Palavra.  Quando o tentador pediu que Ele transformasse as pedras em pães, para provar Sua filiação divina, Jesus lhe disse: “O homem não vive só de pão, mas de tudo o que sai da boca do Senhor” (Dt 8,3c).

Quando o tentador exigiu que Ele se jogasse do alto do templo, Jesus respondeu: “Não tentarás o Senhor; vosso Deus” (Dt 6,16a). E quando Satanás tentou fazer com que Ele o adorasse, ouviu mais uma vez a Palavra de Deus: “Adorarás o Senhor, teu Deus, e só a ele servirás” (Dt 6,13).

O demônio não tem força diante da Palavra de Deus lançada em seu rosto; por isso, cada um de nós precisa conhecer o poder dela. Jesus morreu rezando todo o Salmo 21: “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” (Sl 21,2).

É preciso ler e estudar a Bíblia regularmente, todos os dias; aquecer a alma com um trecho dela; e saber usá-la nos momentos de dor, dúvida, angústia, medo, etc. Abra a Palavra, deixe Deus falar a seu coração. E fale com Deus; é a maneira mais fácil de rezar.

O Espírito Santo nos ensina essa verdade, pela boca do profeta Isaías; cuja boca tornou “semelhante a uma espada afiada” (Is 49,2):

“Tal como a chuva e a neve caem do céu e para lá não voltam sem ter regado a terra, sem a ter fecundado, e feito germinar as plantas, sem dar o grão a semear e o pão a comer, assim acontece à palavra que minha boca profere: não volta sem ter produzido seu efeito, sem ter executado a minha vontade e cumprido a sua missão” (Is 55,10).

Como ler a Bíblia?

A palavra de Deus é transformadora, santificante. São Paulo explica isso a seu jovem discípulo Timóteo, com toda convicção:

“Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para persuadir, para corrigir e formar na justiça” (2Tm 3,16).

Ela é, portanto um instrumento indispensável para a nossa santificação. Não conseguiremos ter “os mesmos sentimentos de Cristo” (Fil 2,5) sem ouvir, ler, meditar, estudar e conhecer a sua santa palavra. São Jerônimo, dizia que “quem não conhece o Evangelho não conhece Jesus Cristo”.

Jesus nos ensina que “a Escritura não pode ser desprezada” (Jo 10,34). São Paulo recomendava a Timóteo”: “aplica-te à leitura da Palavra” (1Tm 4,13). Ela não é palavra humana, mas “palavra de Deus…! Que age eficazmente em vós” (1Ts 2,13).

Jesus é a própria Palavra de Deus, o Verbo de Deus que se fez carne (Jo 1,1s). No livro do Apocalipse São João viu o Filho do homem…” e de sua boca saia uma espada afiada, de dois gumes” (Ap 1,16). É o símbolo tradicional da irresistível penetração da palavra de Deus.

São Pedro diz que renascemos pela força dessa palavra.

“Pois haveis renascidos, não duma semente corruptível, mas pela Palavra de Deus, semente incorruptível, viva e eterna”, (1 Pd 1,23) e, como disse o profeta Isaías: “a palavra do Senhor permanece eternamente” (Is 11,6-8).

Quando avisaram a Jesus que a Sua mãe e os seus irmãos queriam vê-lo, o Senhor disse: “Minha mãe e meus irmãos são estes que ouvem a palavra de Deus e a observam” (Lc 8,21). “Antes bem-aventurados aqueles que ouvem a palavra de Deus e a observam!” (Lc 11,28).

Pela boca do profeta Amós, o Espírito Santo disse: “Eis que vem os dias… em que enviarei fome sobre a terra, não uma fome de pão, nem uma sede de água, mas fome e sede de ouvir a palavra do Senhor” (Am 8,11). Graças a Deus esses dias chegaram!

Quando Jesus explicava as Escrituras para os discípulos de Emaús, eles sentiam “que se lhes abrasava os corações” (Lc 24,32). Todos os santos, sem exceção, mergulharam fundo as suas vidas nas santas Escrituras e deixaram-se guiar  pelos ensinamento da Igreja.

São Pedro disse: “Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal. Porque jamais uma profecia foi proferida por efeito de uma vontade humana. Homens inspirados pelo Espírito Santo falaram da parte de Deus” (2 Pd 1,20-21).

Assista também: Setembro: Mês da Bíblia

É preciso estudar a Bíblia, fazer um curso bíblico, porque nem sempre sua leitura é fácil de ser compreendida. Ela não é um livro de ciência, mas, sim, de fé. Utilizando os mais diversos gêneros literários, ela narra acontecimentos da vida de um povo guiado por Deus, desde quatro mil anos atrás, atravessando os mais variados contextos sociais, políticos, econômicos, etc. Por isso, a Palavra de Deus não pode sempre ser tomada ao “pé da letra”, ou seja, literalmente, embora muitas vezes o deva ser. “Porque a letra mata, mas o Espírito vivifica” (2 Cor 3,6c).

cole_o-cd_s---curso-b_blicoÉ por isso, que Jesus confiou sua interpretação a Igreja Católica, que a faz através do Sagrado Magistério, dirigido pela cátedra de Pedro (o Papa), e da Sagrada Tradição Apostólica, que constitui o acervo sagrado de todo o passado da Igreja e de tudo quanto o Espírito Santo lhe revelou no passado e continua fazendo no presente. (cf. Jo 14, 15.25; 16,12-13). A Igreja não erra na interpretação da Bíblia, e isso é dogma de fé. Jesus mesmo lhe garantiu isto: “Quando vier o Paráclito, o Espírito da verdade, ensinar-vos-á toda a verdade” (Jo 16,13a).

A Bíblia interpretada erroneamente pode levar a perdição; é o que diz São Pedro quando fala sobre as Cartas de São Paulo: “É o que ele faz em todas as suas cartas… Nelas há algumas passagens difíceis de entender, cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruína, como o fazem também com as demais Escrituras” (2Pd 3,16s).

E a Igreja não despreza a ciência; muito pelo contrário, a valoriza tremendamente para iluminar a fé. Em Jerusalém, por exemplo, está a Escola Bíblica que se dedica a estudar exegese, hermenêutica, línguas antigas, geologia, história antiga, paleontologia, arqueologia, e tantas outras ciências, a fim de que cada palavra, cada versículo e cada texto da Bíblia para interpretar corretamente a Revelação de Deus.

Prof. Felipe Aquino