• Participe!

    De 14 a 26 de julho será realizado em nossa Paróquia um dos mais tradicionais festejos da região do Médio Mearim. Participe com toda a sua família desse momento de fé, doação e fraternidade. Esperamos por você!

    Leia +
  • Um sinal de fé de gratidão a Deus

    Pelo dízimo, podemos viver as três virtudes mais importantes para todo cristão: a fé, a esperança e o amor-caridade, que nos levam mais perto de Deus. Representa a nossa vontade de colaborar com o Projeto Divino neste mundo.

    Leia +
  • IGREJA EM AÇÃO

    Com objetivo de “construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho de superação da violência", a Diocese de Bacabal lançou oficialmente a CF 2018...

    Leia +

12.9.18

Diocese de Bacabal acolherá restos mortais de Dom Pascásio, primeiro diocesano

Bacabal receberá os restos mortais de Dom Frei Pascásio Rettler, primeiro bispo de Bacabal (MA) no dia 15 de setembro. O evento marcará o jubileu de 50 anos da diocese de Bacabal.

Atendendo a regras estabelecidas pela Igreja Católica e a um pedido do arcebispo de São Luís, Dom José Belisário, os restos mortais do religioso serão transladados no sábado (15) para a Igreja Porta Aberta, sede Episcopal do Bispo Diocesano de Bacabal. A cerimônia, rara na história da Igreja, envolverá autoridades religiosas, desde a exumação em Sorocaba (SP), onde atualmente se encontra o túmulo de Dom Pascásio, até Bacabal.

O bispo de Bacabal, Dom Armando, ressaltou a contribuição do primeiro bispo, Dom Frei Pascásio, para a diocese. “Dom Pascásio reorganizou e estruturou a diocese de Bacabal. Sua principal missão foi evangelizar. Ele se preocupou com a catequese da igreja. Esse momento é importante para nós, pois resgata a história da diocese de Bacabal”, ressaltou.

Em Bacabal, a expectativa para receber os restos mortais do bispo é grande. No dia 15 de setembro, às 16:00h, a comunidade católica da cidade acolherá os restos mortais de Dom Frei Pascásio Rettler, na Sé Catedral de Bacabal, e depois, percorrerá as principais ruas da cidade, chegando à Praça da Igreja Matriz São Francisco das Chagas, onde será celebrada missa solene dentro da programação do Festejo de São Francisco das Chagas. O bispo do Xingu no Pará, Dom João, presidirá a Eucaristia, ao lado do bispo diocesano Dom Armando, demais padres e diáconos da cidade.

No dia 16, às 07:00h da manhã os católicos sairão em caminhada rumo à Comunidade Nossa Senhora da Conceição (Porta Aberta), onde será celebrada a Missa às 08:00h.

DOM PASCÁSIO RETTLER, OFM (1915-2004)

Hermann Rettler nasceu em 26 de Janeiro de 1915, em Castrop-Rauxel, Alemanha. Seus pais o deram uma educação cristã sólida. No seu tempo de estudante começou a ter contato com os Franciscanos em Dortmund, onde nasceu sua vocação para a Vida Religiosa Franciscana e seu amor pelas missões.

Em 03 de maio de 1935 desembarcou no Brasil para continuar os estudos no Seminário São Luís de Tolosa, em Rio Negro-PR, onde permaneceu até 1936.
Em 19 de dezembro de 1936 foi admitido no noviciado franciscano, em Rodeio-SC, assumiu o nome de Frei Pascásio e em 20 de dezembro de 1937 fez sua primeira profissão dos votos religiosos.

Em 1938 iniciou os estudos de Filosofia, em Rodeio-SC e transferiu-se em 1939 para continuar os estudos filosóficos, em Curitiba-PR até 1940.

Aos 20 de dezembro de 1940 professou os votos perpétuos na Ordem Franciscana. Depois do estudo de teologia, em Petrópolis-RJ, recebeu a Ordenação diaconal em 30 de novembro de 1941 e a ordenação sacerdotal em 29 de novembro de 1942.

Desde então assumiu várias funções eclesiásticas:
• 1943-1947 – Vigário paroquial, em Forquilhinha-SC.
• 1948 – Reitor do Seminário S. Luís de Tolosa, em Rio Negro-PR.
• 1949 – Vigário paroquial, em Duque de Caxias-RJ.
• 1949-1956 – Residindo em Florianópolis-SC, integrava a Equipe de Missões Populares da Província Franciscana.
• 1957-1959 – Professor de Teologia Moral, em Petrópolis-RJ.
• 1960-1965 – Professor de Teologia Pastoral, no Convento Santo Antônio, Rio de Janeiro-RJ.
• Julho/1966-julho/1968 – Vigário Provincial, em São Paulo-SP.

Dom Pascásio Rettler foi nomeado pelo Papa Paulo VI, em 24 de julho de 1968 e sagrado Bispo aos 12 de setembro de 1968, com o lema “Ide e Ensinai”, na sua cidade natal, na Alemanha, pelo Cardel Lorenz Jaeger.

No dia 1º de Novembro daquele mesmo ano, dia de Todos os Santos, Dom Pascásio veio tomar posse da Diocese de Bacabal-MA, sendo recebido com muito carinho e alegria pelo povo da cidade.

Em 02 de Dezembro de 1989, Dom Pascásio renuncia ao governo pastoral da Diocese de Bacaba (22 anos à frente da Diocese ).

Pediu para servir como Capelão do Hospital “Dr. Francisco Ribeiro Arantes”, em Pirapitingüi, distrito de Itu-SP e em 18 de fevereiro de 1990 celebrou sua primeira missa como Capelão, atuando neste hospital assistindo os enfermos até abril de 2003 (quase 13 anos).

Devido a idade avançada (88 anos) e já com algumas dificuldades de saúde, em 26 de abril de 2003 veio residir na Fraternidade Bom Jesus dos Aflitos, em Sorocaba-SP.

A partir de janeiro de 2004 seu estado de saúde foi gradativamente se agravando, com sucessivas crises, alternando períodos de internação hospitalar e de retorno ao convento.

No dia 11 de setembro de 2004 foi internado na UTI do Hospital da UNIMED, em Sorocaba, com pneumonia e infecção grave nos pulmões. No dia seguinte, 12 de setembro, completou 36 anos como bispo.

Aos 89 anos de idade, Dom Frei Pascásio Rettler faleceu em Sorocaba, no dia 16 de setembro de 2004, por volta das 14h45.

Foi sepultado no jazigo franciscano de São Paulo.

Com informações da Diocese de Bacabal e do jornalista Abel Carvalho

11.8.18

Convite: Festejo de São Raimundo Nonato 2018

Caríssimos irmãos e irmãs,

Aproxima-se mais um festejo em honra ao nosso padroeiro, São Raimundo Nonato. E este momento de graças e bênçãos em nossa vida e de nossa comunidade dar-se-á quando vivenciamos outros dois grandes momentos: o jubileu de ouro de nossa Diocese, quando completaremos 50 anos de vida e missão nestas terras; e o Mutirão da Partilha, um projeto de alcance paroquial e que tem como objetivo conscientizar a todos da importância de ser protagonista em nossa igreja, colaborando com sua vida, com seu trabalho, mas também com o que temos ajudar na missão da Igreja. 

Com o tema central: A EXEMPLO DE SÃO RAIMUNDO, QUEREMOS SER LEIGOS QUE DIZEM NÃO A TODO TIPO DE VIOLÊNCIA PARA BEM CELEBRARMOS O ANO JUBILAR DA NOSSA DIOCESE. DÍZIMO: AUTOSSUSTENTAÇÃO DA NOSSA PARÓQUIA, esta festa religiosa quer ser na vida de todos os irmãos e irmãs uma oportunidade de reunir as famílias, a própria comunidade e nutrir ainda mais a nossa fé sob a luz da Palavra de Deus e alimentados pela Eucaristia. E isso, somente é possível com a participação de todos.

Por isso, convido você e sua família para unir-se conosco e participar deste festejo. Que a bênção de Deus, por intercessão de São Raimundo, possa chegar a todos!

Fraternalmente,


PADRE RIBAMAR CARDOSO LIMA, PÁROCO


PADRE THIAGO LOUGON, VIGÁRIO PAROQUIAL


PADRE DENER EMERSON DA ROCHA - VIGÁRIO PAROQUIAL

CONSELHO COMUNITÁRIO


PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

Dia 22 | Quarta-feira:
Subtema: "Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a Tua Palavra
Liturgia: Legião de Maria
Convidados: Comunidades Palmeiral e Pinto Teixeira
Leilão: Ruas 16, Travessa 16, Congonhas e Geraldo Pinto
Animadores: Lidu, Valdimira, Silvanir, Maria do Rosário, Martinha, Aldenora, Paula, Pedro Calado e Paula

Dia 23 | Quinta-Feira:
Subtema: Buscai primeiro o Reino de Deus e tudo mais nos será acrescentado
Liturgia: Terço dos Homens Paroquial
Convidados: Comunidade N.Sra. Fátima e Santo Antonio
Leilão: Ruas Galeão, Augusto Severo, São Francisco e Tirirical
Animadores: Nego, Oneide, Raimunda, Deuza, Graça, Maria da Luz, Filho e Cristiane e Núbia

Dia 24 | Sexta-Feira:
Subtema: Encontramos aquele que é Jesus, o Filho de Deus
Liturgia: Coroinhas
Convidados: Comunidades N. Sra. Rainha da Paz, São José e Nossa Senhora de Nazaré (Povoado Lagoa Perto)
Ruas: Silva Neto, Otávio Pinho, Jurandir Lago, Bete Lago, Raimunda Loiola e São Domingos
Animadores: Nonata, Rosa, João Mota, Rosa Rocha, Luizinha e Francisca

Dia 25 | Sábado:
Subtema: Quem se exalta será humilhado e quem se humilha será exaltado
Liturgia: Juventude e Teatro
Convidados: Comunidades Matriz e São Pedro (Povoado Pau D'Arco)
Leilão: Ruas 01, 02, 03, 05, 10, 13 e 14 (Bairro Santos Dumont)
Animadores: Nadir, Juscelino, Eldo, Lídia, Duda e esposo e Paula

Dia 26 | Domingo:
Subtema: Só Tu tens palavra de vida eterna, és o Santo de Deus
Liturgia: Catequistas
Convidados: Comunidades Nossa Senhora da Conceição, São João Batista e todos os catequistas
Leilão: Ruas 01, 02, 03, 04, 05, 06 e 07 (Vila São João)
Animadores: Josileide, Eleomar, Sílvia, Cássia e Josiel, Leila e Jefferson, Iranilson e esposa, Teresinha e esposo, Socorrinha e esposo

Dia 27 | Segunda-Feira:
Subtema: Ai de vós todos os que praticam a hipocrisia!
Liturgia: Missionárias de Madre Teresa e Amigos das Vocações
Convidados: Paróquias São Francisco, Santa Teresinha e Comunidade São Sebastião (Capoeira)
Leilão: Ruas Filomeno Parga, Artur Azevedo e Frederico Leda
Animadores: Cruz, Ivonete, Dos Santos, Maria José Livramento, Ana Brandão e Telma

Dia 28 | Terça-Feira:
Subtema: O mais importante da lei é a prática da justiça e da misericórdia
Liturgia: Comunidade Santa Luzia
Convidados: Comunidades Santa Luzia e Nossa Senhora da Conceição (Povoado Massaranduba)
Leilão: Ruas 06, 07, 08, 09 e 18 (Santos Dumont)
Animadores: Aldevan, Teresa, Neodema, Vanusa, Elivandro, Daniele e Raimunda

Dia 29 | Quarta-Feira:
Subtema: Felizes os que são perseguidos por causa da justiça
Liturgia: Pastoral Familiar
Convidados: Comunidade Jesus Misericordioso (Terra do Sol)
Leilão: Ruas 1º de Maio e Tavares de Moura
Animadores: Suely, César e esposa, Rosilene e Maria da Paz, Dugum e Betinha

Dia 30 | Quinta-Feira:
Subtema: Felizes os que esperam no Senhor,
vivendo na fidelidade
Liturgia: Pastoral do Dízimo
Convidados: Todos os dizimistas

Dia 31 | Sexta-Feira:
Tema Central:
A EXEMPLO DE SÃO RAIMUNDO, QUEREMOS SER LEIGOS QUE DIZEM NÃO A TODO TIPO DE VIOLÊNCIA PARA BEM CELEBRARMOS O ANO JUBILAR DA NOSSA DIOCESE.
DÍZIMO: AUTOSSUSTENTAÇÃO DA NOSSA PARÓQUIA
Liturgia: Pastoral Litúrgica
Convidados: Todas as comunidades e devotos de São Raimundo

PROGRAMAÇÃO SOCIAL

De 22 a 31: Vendas de churrasquinho, pastel, salada de frutas, caldo, mingau, cachorro quente, brotinho, lasanha, bolo, entre outros.
Dia 26: Grande Cavalgada (Saída às 07:00h da Matriz de Sant’Ana e São Joaquim)
Dia 31: Procissão luminosa às 18:00h, saindo da comunidade, encerrando-se com a Missa no largo da igreja. Haverá leilões.
Aos finais de semana ALMOÇO E JANTAR

3ª Romaria das Famílias acontecerá neste dia 11 em Pedreiras-MA

Aos párocos, administradores e vigários paroquiais, aos coordenadores de pastorais, movimentos e organismos. 

Aproxima-se a 3ª Roma-ria Diocesana das Famílias! Acontecerá em Pedreiras-MA, no dia 11 de agosto e coincide com a abertura da Semana Nacional da Família, que tem como tema: "O Evangelho da família, alegria para o mundo". 

Será um momento oportuno de refletirmos as ações e reflexões feitas nestes 50 anos de história de nossa diocese em torno da promoção evangelizadora das famílias. Por isto, quero sublinhar que, embora a organização esteja aos cuidados da Pastoral Familiar, a Romaria é de todas as famílias. Todas as comunidades, pastorais e movimentos devem sentir-se comprometidos em colaborar e participar, pois todos somos família. 

A concentração e acolhida das caravanas será a partir das 13:00h, em frente a imagem de Nossa Senhora, na entrada de Pedreiras-MA, onde estará sendo feita a Adoração ao Santíssimo Sacramento. Às 17:00h, sairemos em caminhada rumo ao Afiteatro Dom Jacinto Brito Furtado, em Pedreiras-MA. 
Cada forania será identificada pelas cores já estabelecidas nas Santas Missões Populares, a saber: Forania Santa Teresinha: verde; Forania Sagrado Coração: amarelo; Forania São José: vermelho; Forania São Pedro: azul; Forania Nossa Senhora do Perpétuo Socorro: laranja. 

Cada comunidade, pastoral, movimento ou grupo deve articular e organizar sua caravana, trazendo cartazes, faixas, bandeiras e etc..., assim como divulgar para o maior número de pessoas usando os meios de comunicação que temos atualmente em nosso favor. 

Dom Armando Martin Gutierrez
Bispo de Bacabal

Paróquia Sant'ana e São Joaquim acolherá maior evento missionário do Maranhão

Com o tema: “Missionariedade da Igreja no Ma-ranhão” e lema: “Enviou os seus discípulos para onde Ele mesmo deveria ir” (cf. lc 10,1), o Regional Nordes-te 5 realizará seu 1º Sim-pósio Regional, na Diocese de Bacabal, nos dias 31 de agosto a 02 de setembro de 2018. A proposta do Simpó-sio faz parte do plano de pastoral do regional e contará com a assessoria do  Monse-nhor Raimundo Possidônio da Mata, da Arquidiocese de Belém – PA e do Pe. Mário França de Miranda, SJ, da PUC do Rio de Janeiro.

Em preparação a esse Simpósio, cada diocese realizou ou está realizando um seminário sobre a missionariedade em sua diocese, retomando também pontos da história da ação missionária da Igreja no Regional Nor-deste 5 e destacando desafios e luzes a fim de que possa-se ajudar no fortalecimento como Igreja em estado permanente de missão, Igreja em saída, um constante apelo da Igreja, principalmente no pontificado do Papa Francisco.

Objetivos 

Esse grande evento missionário da Igreja no Maranhão tem como seguintes objetivos:
a) Fazer memória da caminhada missionária da Igreja no Maranhão;
b) Levantar os principais desafios para a caminhada missionária;
 c) Aprofundar os fundamentos da missão a partir da Palavra de Deus e de documentos da Igreja, com destaque para o pontificado do Papa Francisco;
d) Encontrar caminhos e luzes para que o Regional NE5 seja cada vez mais missionário.

Para que este Simpósio tenha de fato o rosto da Igreja do Maranhão, a equipe de organização pede que cada diocese envie 30 (trinta) participantes, especialmente que tenham participado do Seminário Diocesano em suas respectivas igrejas particulares. Será um momento importante para que desperte-se, sobretudo nos sacerdotes e lideranças leigas, o interesse pela missão. 

31.7.18

Direito à Vida: Dom Armando e a descriminalização do aborto

Dom Armando Martín Gutiérrez, Bispo de da Diocese de Bacabal, MA, fez algumas considerações ao Vatican News sobre a discussão e debate em pauta no STF.

O direito à vida é incondicional. Deve ser respeitado e defendido, em qualquer etapa ou condição em que se encontre a pessoa humana”. Essa afirmação é da presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) emitida em Nota Oficial “Pela vida, contra o aborto”, publicada em 11 de abril de 2017. Na ocasião, os bispos reafirmaram a posição firme e clara da Igreja “em defesa da integralidade, inviolabilidade e dignidade da vida humana, desde a sua concepção até a morte natural” e, desse modo lembram condenam “todas e quaisquer iniciativas que pretendam legalizar o aborto no Brasil”.

A ação sustenta que dois dispositivos do Código Penal que instituem a criminalização da interrupção voluntária da gravidez afrontam a dignidade da pessoa humana, a cidadania, a não discriminação, a inviolabilidade da vida, a liberdade, a igualdade, a proibição de tortura ou o tratamento desumano e degradante, a saúde e o planejamento familiar das mulheres e os direitos sexuais e reprodutivos.

Na nota, os bispos ressaltaram que “O direito à vida permanece, na sua totalidade, para o idoso fragilizado, para o doente em fase terminal, para a pessoa com deficiência, para a criança que acaba de nascer e também para aquela que ainda não nasceu”.


Muitas dioceses e arquidioceses brasileiras emitiram notas de repúdio ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra as razões apresentadas na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 442 (ADPF 442), proposta pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). A proposta visa descriminalizar o aborto até a 12ª semana de gestação. A ministra Rosa Weber, relatora do caso no STF, convocou audiência pública para discutir o caso no dia 6 de agosto.
Dom Armando Martín Gutiérrez, Bispo de da Diocese de Bacabal, MA, fez algumas considerações ao Vatican News sobre a discussão e debate em pauta no STF para o dia 6 de agosto acerca da descriminalização do aborto.

26.7.18

Igreja celebra memória de Sant’Ana e São Joaquim, os pais de Maria e avós de Jesus

É com grande júbilo que a Igreja convida hoje os seus filhos a celebrar a gratíssima memória de São Joaquim e Sant'Ana, pais da Bem-aventurada Virgem Maria, Mãe de Deus e Nossa Senhora. Dos evangelhos que nos narram a infância de Cristo — Mateus e Lucas —, nada se pode deduzir a respeito dos avós do Senhor; é com base em um escrito não canônico de meados do século II d.C., o chamado Proto-evangelho de Tiago, que os primeiros cristãos passaram a conhecer o nome e a sorte destes santos esposos. Outras obras apócrifas, como o Evangelho do Pseudo-Mateus (c. 400 d.C.), que exerceu grande influência durante a Idade Média, também serviram para suprir o silêncio da literatura canônica e satisfazer a piedosa curiosidade dos fiéis. Estes antigos relatos, embora resvalem vez por outra para o exagerado e fabuloso — no que muito destoam dos evangelhos autênticos, sempre sóbrios e comedidos —, apresentam contudo informações de grande valor sobre a fé dos nossos primeiros irmãos em Cristo Jesus; dentre elas, os nomes de Joaquim e Ana já foram há muito incorporados ao patrimônio e à tradição da Igreja Católica.

Por estes testemunhos e pelo que nos dizem os Santos Padres, sabemos que um rico e caridoso pastor chamado Joaquim, herdeiro da casa de Davi, morava em Jerusalém com a esposa, Ana, pertencente à estirpe de Aarão. Como passassem os anos e o estéril casal, vivendo admiravelmente a castidade esponsal, não tivesse nenhum filho, Joaquim, então de idade bastante avançada, foi repreendido no Templo por um sacerdote de nome Rubem, porquanto o Senhor não os abençoara com uma descendência em Israel. Envergonhado diante do povo, ele decidiu retirar-se a uma terra distante, de modo que a mulher, já muito abatida por sua infertilidade, ficou por longo tempo sem notícias suas. No entanto, após muito rezarem, apareceu-lhes um anjo a anunciar o nascimento de um filho, que Ana prometera em suas preces consagrar a Deus. Por isso, o casal, obediente aos desígnios divinos e com renovada esperança, reatou a sua união, da qual veio a nascer Maria Santíssima, apresentada ainda menina no Templo de Jerusalém para ali ser educada no serviço ao Senhor.

Preparando, assim, o espírito de Sant'Ana para receber no santuário do seu seio a verdadeira Arca da Aliança, que conceberia virginalmente o Pão vivo descido do céu, o Deus de misericórdias fez dos justos avós de sua Mãe Imaculada testemunho especialíssimo de confiança e de abandono, de fé e de esperança, de virtude e de desprendimento. Recebendo, pois, do Rei dos Reis a Rainha do Céu e da terra, São Joaquim e Sant'Ana souberem devolver ao Senhor o dom precioso com que foram agraciados, de sorte que, consagrando a Deus a filha que Ele mesmo escolhera para ser sua Mãe, esse santo casal deu-nos a Porta por que viria ao mundo o nosso Redentor. Recorramos hoje à intercessão destes dulcíssimos esposos e peçamos-lhes a proteção materna de sua Filha ditosa e toda santa, para que ela, por seu auxílio e poder, nos apresente, entregue e consagre ao seu bem-amado Filho. — Ó São Joaquim e Sant'Ana, guardai as nossas famílias, protegei-nos dos males presentes e preparai-nos para o encontro definitivo com o Pai!

20.7.18

Show católico marcará encerramento do Festejo de Sant'Ana e São Joaquim

Na próxima quinta-feira (26), terminará o Festejo de Sant'Ana e São Joaquim, um dos mais tradicionais da região.

Para marcar este grande momento, tempo de graça e de reflexão da Palavra de Deus, de encontro fraterno e de comunhão, será realizado no largo da Matriz o show "Uma Casa Iluminada por Jesus", de Antonio Cardoso, cantor com quase 40 anos de trajetória, que o permitiu estar em centenas de municípios brasileiros levando uma mensagem de fé. Seus shows falando de família têm lotado estádios e quadras de esportes por onde ele passa. Isso mostra que há uma grande sede com relação a este assunto e Cardoso continua a sua peregrinação com o mesmo sonho do começo, mas, com uma diferença: A SUA CANÇÃO ESTÁ CADA DIA MAIS PARECIDO COM OS PRINCÍPIOS QUE ELE TROUXE COMO HERANÇA DE SEUS PAIS.

O show de Antonio Cardoso é parte do projeto Mutirão da Partilha, que prevê a supressão de bingos e rifas dos festejos paroquiais, dando maior espaço para atividades evangelizadoras. "Ao invés de bingos e afins, traremos aos católicos de Bacabal e região um show que evangeliza, que fala às famílias e que, de fato, evangeliza", reforçou padre Ribamar fazendo o convite a todos as pessoas de fé. 

As pulseiras - que funcionarão como ingresso - estão sendo vendidas na Matriz de Sant'Ana e São Joaquim até o dia do evento, assim como em comunidades e com agentes de grupos, pastorais e movimentos da paróquia ao preço de R$ 10,00 (dez reais).

Antonio Cardoso fala do seu trabalho, o CD "Uma Casa Iluminada por Jesus"


17.7.18

Restaurante do Festejo de Sant'Ana e São Joaquim oferece cardápio variado todos os dias

Durante todo o Festejo de Sant'Ana e São Joaquim, toda a população é convidada a degustar os mais variados e saborosos pratos por um preço especial. Além de poder almoçar e/ou jantar na comunidade, você estará colaborando com a missão da Paróquia!

O valor do almoço / jantar é apenas R$ 10,00!

Ainda temos disponível água mineral, sucos, refrigerantes, além de sobremesas. 

Contamos com a participação.

Venha festejar Sant'Ana e São Joaquim!

Com uma programação que contempla toda a família, começou no último sábado (14) o Festejo de Sant'Ana e São Joaquim.

Durante treze noites os fiéis terão a oportunidade de participar das celebrações, apreciar um bom cardápio e também prestigiar apresentações culturais, assim como ter um espaço aconchegante e que possa reunir-se com amigos e a família. 

A primeira noite do Festejo foi presidida por Padre Ribamar Cardoso, que falou da alegria em festejar mais um ano os padroeiros da Paróquia. Um festejo que tem por objetivo unir as comunidades em torno de um só objetivo, que é a evangelização de todos os batizados através do compromisso que cada um deve assumir. O sacerdote fez questão de destacar o tema do Festejo desse ano: "Dízimo, expressão de fé e compromisso do leigo (a) com a missão da Igreja", convidando todos os católicos a engajarem-se nas atividades missionárias da igreja, colaborar com a evangelização através do dízimo e crescer na fé. Uma das ideias mais ousadas de toda a Diocese foi tomada pela paróquia esse ano, que não realizará o tradicional bingo. A proposta é fazer com que a comunidade paroquial torne-se consciente de que o dízimo deve ser devolvido e é uma resposta de fé daquele que participa da igreja. 

Após a Missa, há um espaço todo preparado para receber bem os fiéis. Lá têm a oportunidade de encontrar amigos, familiares, jantar, deliciar-se com os lanches oferecidos e também apreciar apresentações teatrais, danças, música ao vivo e participar dos leilões. 

O festejo vai até o dia 26 de julho.